domingo, 18 de março de 2012

SOLIDÃO

Quando o estar contigo
Já não mais te bastar,
Simplesmente
Estarás só.
Só,
Como não se deve estar.
Serás não mais
Que uma ilha,
Pobre ilha!
Perdida no meio
De tanta gente,
Num mar
De indiferentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário