sexta-feira, 21 de junho de 2013

Auto Motivo

Um homem no volante
É um rinoceronte enjaulado.
É um soberano sentado
Em seu trono itinerante.
É um cavaleiro andante,
Um Dom Quixote alucinado.

Na condução a agradável sensação
De superioridade.

Conduz algo mais que um carro,
Possui um símbolo de status.
Contempla o asfalto
Como se fosse um Deus, um Zeus
Em seu Olimpo ambulante.
O seu semblante e límpido,
Está se sentido o máximo.

Fábio Murilo, 23.04.2002

10 comentários:

  1. ...até que o home, embebido do seu poder, cegado polo seu falso sentimento de superioridade, esnáfrase contra algún solitario van da carretara, e así acaba a súa carreira e a súa vida. Como un sombrío recordatorio da fraxilidade humana a través de Nietzsche, o Deus morre, para se facer home, e volve a morrer. Só escuridade queda... e un sarcófago de ferrallos rotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Se os deuses se fizeram homens, os homens devem ser perdoados".

      Excluir
  2. Achei esse homem bem complicado. É tão bom ser simples, quanto mais simples mais facil.
    Sei não Fabio, as vezes sua poesia me faz ficar aqui algum tempo.
    Uma semana cheia de luz e paz
    com beijo da
    <menina dourada, rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Num é. Complicado. Ainda agora, por exemplo, (estou digitando isso as 01:23 da madrugada, dia de São João) eu fiquei sozinho ouvindo umas músicas da ocasião: Zé Ramalho, o velho Gonzagão, uns Forros legais, tomando umas cervejinhas. A parentada veio de carro, nem ai, tudo no refrigerante com medo de levar uma multa. Ah vão se catar! Pô! Pega um taxi, uma vez na vida. Mas não querem perder o status. Imagina o vexame, pensam, maior decadência voltar a andar de taxi, nunca! Classe média, não, merda, metida a besta. Entende o que eu falo Garota Dourada, ridículos, eu quero mais é viver. Bom São João!

      Excluir
  3. Também achei esse cara complicado, ou eu que sou confusa demais, não sei :|

    Sobre seu comentário, também gosto de leões brancos ♥

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Ariana leonina, falo de um perfil de motorista que "Conduz algo mais que um carro, possui um símbolo de status". Que no geral é escravo dos modismos, um teleguiado. Valeu Cássia.

      Excluir
  4. É bem aquela história Fábio, o automóvel como extensão da personalidade do homem. O quanto alucinado se fica com essa falsa sensação de poder, enfim é bem triste ver o quão manipulado é este homem hodierno...
    Obrigado pela visita e pelas belas palavras no meu Blog. Fico feliz que o meu texto tenha te trazido lembranças de um poema teu. Cara és ótimo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Analisou o poema com propriedade e extrema lucidez. Só o que não sai de moda é a futilidade humana. De nada, eu que agradeço poeta Nato.

      Excluir
  5. Fábio, encantadíssimo com os teus poemas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô rapaz, você é muito gentil, obrigado!

      Excluir