sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Convivio


Eu acho teu jeito tão lindo,
Não fala, você entoa um hino,
Sua boca é um vaso de flores.
Fala antes que eu diga, calo,
Advinha o que se passa comigo.
E eu não preciso dizer mais nada,
Nada que tu não saibas, tenha dito.
E tu te antecipas a mim e falas,
E eu me antecipo a ti e calas.
Falas pela boca que é minha
E eu calo pela boca que é tua.
Como se as nossas cordas vocais
Estivessem entrelaçadas,
 E minha mente emendada a tua.
  
Fábio Murilo, 21.09.2016

12 comentários:

  1. Amigos meus e da Leninha: apenas para agradecer por todas as demonstrações de afetividade manifestadas no seu blog e pela solidariedade a mim e toda a nossa família.
    Estamos bem, dentro do possível. A Leninha postou uma mensagem lá no seu espaço, e quero dizer que ela visitará a todos oportunamente, apenas o tempo de se organizar nesta nova vida que a espera.
    Nosso carinho a todos, e nossa gratidão a cada um.
    Aninha

    ResponderExcluir
  2. Lindas palavras, Fábio. Amei

    Beijo, bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. O convívio faz isso,uma declaração de amor para quem merece.
    Adorei a poesia,muito doce em todas as palavras.
    Bjs Fábio e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns!!! É tão bonito ver alguém difundir o amor!!! :D

    ResponderExcluir
  5. Esse amor que se completa é o mais lindo dos amores.
    Adoro seus textos, desculpa o sumiço.
    Um abraço,
    http://julietincrisis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito, o perfeito entrosamento e harmonia, Fábio! E essa atenção para com o relacionamento, já é pra dar certo sempre. Presume-se. Gostei, também, do ritmo! Gostoso de se ler.
    Beijo, querido amigo, uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  7. Eu acho teu jeito tão lindo,
    Não fala, você entoa um hino,
    Sua boca é um vaso de flores.

    Fala antes que eu diga, calo,
    Advinha o que se passa comigo.
    E eu não preciso dizer mais nada,
    Nada que tu não saibas, tenha dito.

    E tu te antecipas a mim e falas,
    E eu me antecipo a ti e calas.
    Falas pela boca que é minha
    E eu calo pela boca que é tua.
    Como se as nossas cordas vocais
    Estivessem entrelaçadas,
    E minha mente emendada a tua.


    Perfeito esse seu poema, poeta amigo!
    Aproveitando esse tema: Convívio.

    Agradeço por todo o nosso convívio até o dia de hoje.
    Acredito que para se ter um bom convívio, tem que haver muita boa vontade, muito carinho...
    Agradeço por sua amizade.
    São anos de amizade... uma ótima amizade!
    E que seja eterno esse nosso convívio!

    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  8. É muita felicidade quando as rosas florescem sem espinhos.Mas isso só acontece nos contos de fadas. Eu sou um conto de falhas por isso você achou minha poesia triste. Não faz mal.
    Nada é eterno nessa vida e mudar de opinião e de escolhas faz parte.Seu poema é lindo.
    ps: voce sabe da Carol? Ela é tão especial que estou sempre lembrando dela.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Que bela sintonia, expressada no poema de
    alma apaixonada,poeta!

    Felicidades ao casal de apaixonados.
    Abraço, Fábio.

    ResponderExcluir
  10. Apaixonado, termo e belo poema.
    Um abraço
    Maria

    ResponderExcluir
  11. Há pessoas cuja sintonia é perfeita e completa.
    Magnífico poema, caro amigo, gostei imenso.
    Fábio, tem uma boa semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  12. Esses detalhes corriqueiros do cotidiano da outra pessoa sempre vira poesia. Desde o par de meias preferido, até o número de colheres de açúcar que ela põe no café...

    Eu gosto de ler coisas assim, porque escrevo coisas assim! ♥

    ResponderExcluir