terça-feira, 29 de novembro de 2016

Eis a Questão


Minha vontade te queria perto,
A perfeita adequação, simetria,
Que qualquer uma teria, bastasse
Ter tua cor, teus cabelos, teu jeito
Noutros corpos feitos, continuados.

Aquela da esquina podia ser tu,
E mais aquela outra, no ônibus
E essa, tão parecida então...

Seria mais cômodo, mais fácil.
Menos inacessível, improvável.
Se o sentimento tivesse lógica,
Se no querer houvesse razão.

Fábio Murilo, 29.11.2016

17 comentários:

  1. Bom dia Fábio Murilo
    Poema lindo demais. Parabéns. Amei

    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Um poema de amor lindo de viver Fábio!
    Quando se ama os desejos é esse querer de ter alguém por perto e em todos os lugares.
    Gostei muito.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom poema, Fábio, e que tema lindo você desenvolveu, muitas coisas foram ditas nas entrelinhas.

    Se o sentimento tivesse lógica,
    Se no querer houvesse razão.


    Ótimo, Ótimo! Gostei um monte.
    bjs, meu amigo!

    ResponderExcluir
  4. Um poema excelente e tão belo, Fábio.

    Aprecio sempre o teu estilo poético, grande poeta pernambucano!
    Bj.

    ResponderExcluir
  5. Mais uma pérola, um belo poema de amor, querido poeta!

    Beijoooooooo

    ResponderExcluir
  6. Boa, "se o sentimento tivesse lógica", já meditei muito sobre isso. Pois seria muito mais fácil se ele seguisse a lógica, mas não, o sentimento é teimoso, sempre.

    Bjooos

    ResponderExcluir
  7. Por que não consigo comentar aqui com meus blogs: minicontista2 e Lua Singular?
    Dorli

    ResponderExcluir
  8. Oi Fábio,
    Pelo Chrome não consegui comentar, aí foi no Firefox e seja o que Deus quiser
    Linda poesia coerente
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  9. "Quem um dia irá dizer
    Que existe razão
    Nas coisas feitas pelo coração?
    E quem irá dizer
    Que não existe razão?"

    Meu querido, fizeste-me lembrar deste refrão tão badalado à época.

    Sinto muito, mas não adianta dizer "aquela da esquina podia ser tu, e mais aquela outra, no ônibus, e essa, tão parecida então...", pois teu coração já fez a escolha, e quando ele escolhe, meu amigo, não há substituição, só serve aquela pessoa que já se gravou na retina, já ocupou todo o coração, já está iluminada na alma, já se fez ocupante única do pensamento...
    É isto que o amor faz, toma posse de tudo e se põe a tudo comandar.
    Meu querido, mais um dos teus belos poemas!
    Fica com um beijo no teu coração,
    Leninha

    ResponderExcluir
  10. Que lindo, Fábio!
    Antes existisse alguma razão no amor...seria muito fácil nos desapaixonarmos. Mas ao contrário disso, vamos enlouquecendo, vez ou outra, pois, simplesmente amamos. E fim.

    Beijão!
    Blog: *** Caos ***

    ResponderExcluir
  11. Lindo Fábio!
    O amor a gente encontra em cada lugar inusitado. Acontece, bate o olho e ficou.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  12. Bom dia, Murilo. Que lindo! Realmente, não há lógica alguma no sentir.
    Esse querer tão múltiplo, e por vezes confuso,é apenas um detalhe, pois o amor já existe no âmago.
    Tudo de bom.
    Tenha uma excelente semana.
    Beijos na alma.

    Obs: Ando desanimada com a Blogosfera, nunca pensei em dizer isso.
    Poucas são as pessoas leais.
    O meu curto tempo quase não me faz ir,aliado ao cansaço.

    ResponderExcluir
  13. O Amor não tem razão, muito menos explicação, só devemos senti-lo, assim como senti esse poema.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Um poema muito bem conseguido meu amigo, no amor há razões que desconhecemos, e a lógica nem sempre é.
    belo momento de poesia.
    beijinho
    :)

    ResponderExcluir
  15. Adorei o seu blogue, que estou já a seguir. Obrigada pelo comentário e visita a www.pretobrancoe.blogspot.com., que também gostaria que seguisse.
    Parabéns pelos conteúdos e apresentação do site.
    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Fábio, sem nova postagem para admirar, fiquei ouvindo essa música que nos toca a alma...
    Lá no meu cantinho tem uma singela homenagem aos amigos blogueiros que me deram tanta atenção no ano que está findando. Tu não podias faltar! Quando puderes, dá uma chegadinha por lá.
    No mais, para desejar que o teu Natal tenha as cores da alegria, o perfume das flores mais delicadas, e a música do amor sempre a tocar no teu coração.
    Um beijo, com meu carinho.
    Leninha

    ResponderExcluir
  17. Como se costuma dizer "o amor tem razões que a razão desconhece"
    Lindo poema
    Uma abraço
    Maria

    ResponderExcluir