quarta-feira, 30 de maio de 2018

Encantamento


Minha paixão é um lírio perfumado,
Te cobre de cuidados, quer sempre a mão.
Involuntária e varia, é uma expressão.
Uma consequência, também inconsequência.
Sem juízo, sem noção, sem senão.
Se derrama, enrama, emana, larva de vulcão.

É estúpido, eu sei, o coração é que não.
“São seus olhos”, me dizes,
Olhos que fincaram raízes,
Em teu solo, que passaram a olhar
Com outros em tua direção.

Fábio Murilo, 30.05.2018

5 comentários:

  1. Muito bom!! Adorei!!

    Beijo e um excelente fim de tarde!

    ResponderExcluir
  2. Amigo que saudades eu estava de ler algo teu!

    Sempre ressalto que adoro ler teus poemas, cheios de vida, amor, "encantamento" hehehe
    Muito bom, profundo e detalhista, bem tua cara.

    Ateeee

    ResponderExcluir
  3. Murilo, aplaudo a escolha de cada uma das palavras do poema.
    Perfeito!
    Venham mais.
    Beijo e bom fim-de-semana.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, Fábio!
    Fantástica é essa ardência da paixão.

    Beijos, querido!
    Blog: *** Caos ***

    ResponderExcluir
  5. "olha você tem todas as coisas que um dia eu sonhei pra mim"...

    abraço profundo.

    ResponderExcluir