sexta-feira, 13 de junho de 2014

Afinidade


A gente é valsa,
Tudo que a gente faz se encaixa,
Parece um, de tão combinados.

A gente é inesperado,
Se prologando em reticências,
Adivinhados nas entrelinhas,
Um texto nunca terminado.

A gente é surpreendente,
Organizados em capítulos,
Algo sempre a ser dito.

Fábio Murilo, 10.06.2014

42 comentários:

  1. Bom dia
    Gostei de ler

    Votos de um excelente Fim de semana.

    Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cidália. Tenha um ótimo final de semana também.

      Excluir
  2. Bom dia, Murilo. Que lindo!
    Amei o poema!
    Como é boa essa sintonia entre o casal que versa, dança, dialóga e sempre tem o que dizer, que edifique a valsa do outro com a leveza de quem verdadeiramente ama.
    Parabéns!
    Tenha um dia de paz!
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo sim, Patricia. Obrigado. Beijos.

      Excluir
  3. São tão afinados que parecem um ótimo livro a ser lido.

    Ficou lindo, Fábio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, é tão legal! Obrigado, Carolina.

      Excluir
  4. Invejo do casal com essa super afinidade ú.ú rsrsr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Pry. E as vezes o outro nos conhece melhor que nos mesmos. Obrigado.

      Excluir
  5. Acho uma delicia quando se tem afinidade.
    Ta vendo a copa? rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é bom. Confesso Garota, que não ligo muito pra futebol não, até esqueço os jogos do meu time, rs... Mas ontem resolvi assistir um pouco e peguei o segundo tempo de Holanda e Espanha. Olha... Vi um tal de Robben, jogador da Holanda, que cara pra correr, que raça... foram três golaços, incluindo o dele. Nem torcedor "pé de rádio" eu sou rs... Beijos!

      Excluir
  6. Fábio, é tão bom quando a gente sente isso...
    Belíssimo e dançante poema.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da expressão "dançante", Shirley, obrigado, beijos!

      Excluir
  7. Almas em harmonia, corações entrelaçados, um bem-querer que inspira suspiros. Lindo poema, Fábio. Um oásis. Apaixonante! Parabéns, poeta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Lu, pelo entusiasmado comentário.

      Excluir
  8. Oi, Fábio, nada mais prazeroso do que afinidade entre amigos, colegas de trabalho e entre casais. Eu conheço isso!
    Lindo poema.
    Estou em recuperação daquela abertura da Copa, meio traumatizada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Tais, eu também conheço. Nas varias formas de relacionamentos, como enumerou, é ótima essa afinidade, essa química, essa sintonia. As conversas flui naturalmente, as pessoas se entendem muito harmoniosamente. Há um clima de respeito mutuo, de confiança, de interação absoluta. É ótimo! Uma maravilha! Abertura da Copa? Vi não, ouvi falar, pelo jeito foi o maior mico, rs... Obrigado.

      Excluir
  9. Belas palavras.. É maravilhoso encontrar uma pessoa com a qual nos identificamos, e compartilhamos dos mesmos sentimentos, ideais..

    Tenha uma boa semana :) Um abraço..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Vane, é gratificante sempre ter com quem contar, relatar historias, dividir alegrias, tristezas, rir juntos. É reconfortante. Obrigado.

      Excluir
  10. É sempre muito bom (e vital) que nos redescubramos e reinventemos :)Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É essencial nessa vida, Daniel. Obrigado.

      Excluir
  11. Que show, Fábio! Posso dizer que é uma das minhas favoritas até agora.
    Amei!
    Abração e ótimo dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, bom que tenha gostado tanto, fico feliz.

      Excluir
  12. Olá Fábio... ameiii o poema!
    Acredito que a afinidade entre dois seres, é algo fundamental.
    Quando há afinidades... tudo flui naturalmente...
    A boa conversa, o sorriso, a consideração, a admiração...
    É como uma afinação em uma canção!

    Ameiii ler-te amigo!
    E que a nossa amizade seja sempre afinada, que haja sempre algo mais a ser dito!

    Beijos no coração da sua amiga Fê!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fê! É isso mesmo, você ta certíssima em suas considerações. Adoro ser teu amigo, falou e disse! Obrigado pela visita. Beijos!!!!

      Excluir
  13. Belíssimos versos, Fábio. Adorei-os :)

    Obrigado por comentar no meu blog.

    ResponderExcluir
  14. E apesar de se completarem, ainda assim conseguem se surpreender um com o outro. Ótima fórmula essa ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, isso é mesmo surpreendente! Essas descobertas, essa boa vontade de surpreender, é o oxigênio de todo relacionamento. Obrigado, Nanda.

      Excluir
  15. Como é bom quando a conversa flui e a harmonia é notável. Afinidade... Algo raro de se ver.

    Abraços,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é ótimo, Nina! É revigorante, mágico, um feliz acontecimento, um achado! Obrigado. Abraços.

      Excluir
  16. Bom dia.
    Afinidade é muito importante! É como você descreveu;Tudo que a gente faz se encaixa.Parece um, de tão combinados.
    Lindo poema.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É importantíssimo! Obrigado, Neuma Ladeira.

      Excluir
  17. Ah Fábio, que lindo, de uma candura...
    Parabéns!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Nato, bom que tenha gostado. Abraço!

      Excluir
  18. Muito obrigada, Fábio!
    Gostei muito da ternura presente neste texto.


    Beijinho *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, essas coisas contagiam mesmo, principalmente quando agimos com autenticidade, com pureza de coração. Beijos.

      Excluir
  19. Uaaau... Que coisa linda!

    Parabéns pela inspiração, Fábio! Beijos :)

    ResponderExcluir
  20. Respostas
    1. Interessante o que disse, ainda não havia olhado por esse prisma. Realmente, talvez tanto respeito, camaradagem, essa preocupação... Estão cada vez mais raras hoje em em dia. E pareça coisa de ficção. Obrigado, Aline.

      Excluir