sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Encontro


Chega de maneira inesperada,
Como trovoada em dia ensolarado,
Como se nunca houvesse chegado.

Atendendo ao meu chamado,
Como recado enviado por telepatia,
Lembra assim de mim, do nada.

Como se o universo conspirasse
E nesse lapso de tempo
Soprasse em teu ouvido.

Chega com tua rizada inconfundível,
Já não sou apenas eu,
Agora estás comigo.

Fábio Murilo, 28.11.2014

46 comentários:

  1. Bom dia

    Lindo! precisamos sempre de alguém ao nosso lado! Tem sempre algo de bom para recordar. GOSTEI MUITO.

    Bom fim de semana
    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cidália. Bom final de semana pra você também.

      Excluir
  2. O encontro que mais esperamos é esse inesperado. Natural . E ao final um começo em dois. Muito bonito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Milene. Bom quando essas coisas acontecem assim, naturalmente. Gostei da frase de efeito: "O encontro que mais esperamos é esse inesperado", profundo. De repente é isso mesmo, nada combinado, pela força dos acontecimento, que vai ganhando forma, virando dança, ficando denso, substancioso, gratificante, indispensável. Muito obrigado, apareça mais vezes.

      Excluir
  3. Lindo!
    Como é bom, sentir que não se está só.
    Bom demais poder amar, por que só quem ama poeta assim.
    Um abraço e bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, reconfortante, ótima sensação! Obrigado, Maria Teresa.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Que bom ouvir isso de um Sonetista, de um artesão dos versos. Obrigado, você é cara!

      Excluir
  5. É engraçado quando essas coisas acontecem, mas sou cheia desses momentos em que penso em alguém e este aparece, do nada.

    Poema cheio de encanto, caprichoso (como sempre) e gracioso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Carol, parece mágica. Obrigado, amável como sempre.

      Excluir
  6. Ah que lindo!... Um encontro maravilhoso. E não é que o universo conspira mesmo a nosso favor em certas ocasiões?...
    "Já não sou apenas eu, / Agora estás comigo".
    Simplesmente maravilhoso! Gostei muito Fábio. Como diz o Marcos, muito bem escrito. Tudo na dose certa.
    Bom fim de semana.
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que o universo conspira a nosso favor mesmo? Ótima frase de efeito usada muito em livros de auto-ajuda, bom imaginar as coisas assim, que aconteçam dessa forma misteriosa, tomara que sim. Muito gentis você e o Marcos, bom "ouvir" isso de dois poetas de verdade. Obrigado!

      Excluir
  7. Um encontro inesperado, que surpresa boa .E esse poema pleno de otimismo, melhor ainda.
    Beleza, Fábio!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Shirley, essas coisas quando acontecem assim são boas e surpreendentes. Otimismo? É já andaram reparando isso também noutro poema, bom! Obrigado.

      Excluir
  8. Que encontro legal, nada programado e nem esperado.
    "Como recado enviado por telepatia". Sabe, Fábio, esse negócio de telepatia funciona, sou uma testemunha ocular...rss Existe isso, há anos, entre meu marido e eu; ele pensa e penso o mesmo em questão de segundos. Como não acreditar?
    Maravilha, menino de ouro! Sou sua fã.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é muito legal, Tais. Ah é, essa química é interessante, como que se avinhassem. Certamente é uma baita sintonia, comunhão de gosto, afinidade, muita cumplicidade, ai essas "mágicas" acontecem, as coisas fluem com uma naturalidade incrível! Impressionante mesmo. Minha fã?! "São tantas emoções..." rs... Eu que sou fanzaço seu, de suas crônicas, menina de ouro. Obrigado!

      Excluir
  9. " Chega com tua rizada inconfundível, Já não sou apenas eu, Agora estás comigo." Estes tres versos gustáronme moito =3

    ResponderExcluir
  10. Que belo encontro meu amigo!!!
    Nada como sentir nossas almas acompanhadas....
    Um beijo
    veraportella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Vera. É reconfortante isso. Beijos!

      Excluir
  11. Bom dia Fábio..
    adorei a abordagem da telepatia..
    já pude ler arquivos que a mesma vai despertar em muitos de nós..
    o modo verdadeiro de se encontrar pelo pensamento ao invés de pelo torpedo de celular srs abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É fascinante esse tema mesmo, Samuel. Como diz Raul Seixa em Ouro de tolo, o homem não usa nem 10% de sua cabeça animal. Abraços.

      Excluir
  12. Hummmm. acho que não foi só um encontro
    foi um laço de alma.Muito bom. gostei.bem atual.:)
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laço de alma?! Desconheço, Bandys. Mas, com esse simpático e sugestivo nome, deve se coisa boa. Beijos, Garota.

      Excluir
  13. Perfeito...que sintonia hein!! Gosto quando coisas assim acontecem =)
    Bjs rapaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, muito bom isso, edificante. Beijos, moça.

      Excluir
  14. E um encontro muda as coisas, é como se tudo levasse aquele destino...a conspiração do universo.
    Poema que traz a tona as sensações sentidas quando quer encontrar-se e quando encontra-se alguém! Lindos versos, repletos de poesia e de amor...mas sinto que neles há alguma coisa rara, não sei dizer, é que para mim são cativantes. Enfim, gosto da tua forma de escrever!

    Abraços e boa tarde!

    [Te convido a visitar meu blog se assim desejares]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, tem coisas assim, Franciéle. Bom quando acontecem inesperadamente, alias, acho que tudo na vida, as agradáveis surpresas. Obrigado, abraços.

      Excluir
  15. E a felicidade acontece nessas comunhões.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Pérola. De repente, ser feliz é tão simples, precisa muita coisa não, apenas um estado de espirito. Um estimulo. Um motivo. Beijos.

      Excluir
  16. Porque o universo sempre conspira, contra e a favor, depende de nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, o negocio é sério. Muita responsabilidade em nossas ações, atos e palavras, der repente... Interessante, Bianca.

      Excluir
  17. Belo poema! Traduz muito bem esta sensação de se ter um elo com alguém, uma ligação não apenas física, algo que transcende os sentidos..
    Seus poemas são sempre muito originais e belos, Fábio! É sempre muito bom visitar seu espaço.. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Vane. Sempre muito gentil e elegante nos comentários. Obrigado, abraço.

      Excluir
  18. Adorei o poema, ninguém pode ser feliz sozinho? Concordo. Felicidade é sinônimo de par.
    Gostei do seu blog Fábio, parabéns.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também concordo, Moça. Essa é uma predisposição natural, o encontro.Obrigado.

      Excluir
  19. Minha vida deu uma virada nesse fim de ano, pelo menos a emocional...
    Agora esse teu poema que fala em reciprocidade faz sentido para mim!

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde, Murilo.
    Como é bom ouvir a risada gostosa da pessoa amada, chegar ao encontro como a brevidade das horas, de repente, intuir boas ações, ser feliz.
    Nada programado tem emoção, e aqui, especialmente, li e senti emoção.
    Tenha uma semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom mesmo, uma sensação indescritível, ou pelo manos a gente tenta descrever. Obrigado, Pat. Beijos!

      Excluir
  21. Lindo poema. A ternura e o bem-querer afloraram e deram à sua criação uma beleza irretocável. Amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que percepção privilegiada, Lu. Impressionado. Gostei! Obrigado!

      Excluir
  22. ''Já não sou apenas eu,
    Agora estás comigo.''

    O amor tem esse poder Fábio!
    O poder de multiplicar...

    Belo poema!


    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah é, multiplicar, adicionar. Nunca dividir, subtrair. Obrigado Fê, pelo inspirado comentário. Beijos!

      Excluir