sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Decisão




Agora carrego canários guardados em meu peito
Por ai a fora, uma coisa sem jeito, mas, que me consola.
Vejo estrelas do mar no céu, raro efeito, enfeito o breu.
Agora sou o que devia ter sido a mais tempo, que entrou
Nesse caminho sem volta, nesse abismo de rosas e gostou.
Agora não tem mais jeito, sou um rio correndo pro mar,
Sou o que ganhou asas e partiu sem querer voltar,
Que largou o chão frio, a sensatez estéril, sem emoção.
Agora não me contenho mais, não me atenho, a avançar.
Qual jogador audacioso, que aposta tudo no jogo,
Ponho a mão nesse fogo sem medo de me queimar.

Fábio Murilo, 01.01.2015







36 comentários:

  1. Deu um show poético Fábio!!!

    ''Agora não me contenho mais, não me atenho, a avançar.

    Qual jogador audacioso, que aposta tudo no jogo,

    Ponho a mão nesse fogo sem medo de me queimar.''

    A ousadia é um grande passo para conquista!
    Sem mais!

    Amei contemplar seu show poético!


    Beijos em seu coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Fê. A vida é uma conquista diária. E há gente destemida que enfrenta a vida, sufocando seus medos, acreditando. Gente de garra, que tem encara a vida de frente, pagam pra ver. Esses são os bem sucedidos, os que progridem, a esses todos os méritos. Beijos!

      Excluir
  2. Maravilhoso, como sempre

    Beijos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. É bom sentir essa força dentro de ti, seguindo o percurso do rio ou o voo dos pássaros...tanto faz! Desde que o sonho, ou a realidade te traga a paz e a alegria de viver....
    Beijinho Poeta e um Bom Ano....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom sim. Bom ano novo, poetisa Cristina. Beijos!

      Excluir
  4. A liberdade é o oxigênio da alma.
    Permita-se!!! Feliz 2004 ops...2015, rs.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Que lindo poema para iniciar o ano! Como que uma renovação já iniciada no poema anterior.
    Às vezes o que mais parece não ter jeito, é o que tem jeito, é o acertado.
    Belíssimas imagens; como seguir esse "abismo de rosas", com "canários no peito", que faz soltar a insensatez profícua, contraposta à "sensatez estéril". A vida é uma roda e há que nela apostar, tentar sempre ser esse "jogador audacioso".
    E mesmo que nos queimemos ao pôr a mão no fogo, as queimaduras também saram.
    Excelente, Fábio!
    xx

    ResponderExcluir
  6. Que lindo!
    Vá em frente caro amigo, esta liberdade não tem preço, vá, que a vida tem que ser assim, na liberdade, é na liberdade que se encontra um grande amor, pois o amor tem que ser livre, para poder ser amor, por que aprisionado, ele fenece ou adoece e deixa de ser amor.
    Um grande beijo em seu coração, nosso querido amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Maria Tereza. Assim seja. Beijos, querida amiga.

      Excluir
  7. Você pode tudo quanto quiser.
    Feliz Ano!

    Bjoo'o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É. Com certeza, Simone lima. Obrigado. Beijos!

      Excluir
  8. Sentir-se assim sem qualquer medo de arriscar é um privilégio que nem todos possuem. Sensação maravilhosa, poema extremamente contagiante. Um 2015 cheio de inspirações e desses poemas maravilhosos para você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal! Que que tenha visto dessa forma, Carol. Obrigado, Beijos!

      Excluir
  9. Ah, Fábio, a vida é um jogo, sim! Nunca esqueci, há muitos anos, um amigo nosso, que já se foi dessa vida, disse numa conversa amiga: "Olha, o mais difícil na vida é tomar decisões, é ter de decidir!"
    Bota verdade nisso... Sempre quando tenho algo para decidir, penso na força que temos de ter.
    Bjus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é. As decisões tem que ser pensadas, apesar que não podemos passar a vida toda pensando. Como disse um grande empresário: "A oportunidade é um cavalo selado, quando ele passar, monte!". Obrigado, Tais. Beijos!

      Excluir
  10. Percebe-se na expressiva trova decisão irreversível e firmeza de opinião, o que é louvável e digno de respeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, amigo, essa vida corrida exige. Obrigado.

      Excluir
  11. Tão raros são aqueles que jogam de verdade, vestem a camisa. Ainda bem que existem e feliz de mim que posso ler.
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Mika. As vezes a vida exige.Obrigado.

      Excluir
  12. A todo instante, a cada passo estamos aí tomando decisões quase que sem perceber. Porém quando a decisão é daquelas com alta consciência do que vamos fazer, é mais difícil pois temos a certeza que vamos alterar tudo em volta. Mas ta aí a beleza da vida e as conexões do mundo,esse tal de efeito borboleta!!! Arrisque mesmo, quando quiser, e voe alto!!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom comentário, consistente, corrente, bem equilibrado, Deise. Como dizem, "de permanente, só as mudanças" Obrigado pela visita, desejo que volte mais vezes, obrigado, abraço!

      Excluir
  13. Oi, Fábio!
    É tão bom quando cai a ficha de que podemos ser e ver o que quisermos e em qualquer momento, não é?!
    Que você seja luz e bem em 2015.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi me(nina), é. O gosto da vitória! Feliz 2015 pra você também! Beijos!

      Excluir
  14. Um poema tempestivo, que revigora nossa coragem em encarar novos desafios, novos horizontes. Que esse ano sejamos mais ousados, que nos surpreendamos com nossas atitudes. Grande abraço exímio poeta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai grade pensador e filosofo, Vitor. Assim seja! Abraço, gentil amigo.

      Excluir
  15. Olá Fábio
    Passei para desejar-lhe um feliz 2015!
    Seu poema nos remete a um grande anseio por liberdade.. sem dúvida é uma grande inspiração para esse novo ano que se inicia!

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, elegante Vane. Que bom que teve essa favorável impressão. Feliz 2015! Abraço.

      Excluir
  16. "sou o que ganhou asas e partiu sem querer voltar" Já escrevi algo parecido.
    Nossa vida é cheia de escolhas e escolher viver, arriscar, ousar é a melhor de todas as escolhas.
    Voe sempre, se queime caso for necessário, mas não pare. Olhar adiante sempre, caminha também.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ariana, por suas motivantes palavras. Beijo!

      Excluir
  17. Linda declaração para um começo de ano.

    Senti-me dessa forma quando saí da casa dos meus pais há dois anos atrás... chamei meu desabafo de "Felicidade Enigmática" e em um trecho defino toda a minha indecisão ante às certezas de jogar todas as fichas possíveis. Acho que fica como meu comentário à sua descoberta interior, aos seus desafios de 2015:

    "Um pequeno grande passo define, definha, desdenha, tira toda a normalidade, entrega o errado aos braços de quem sempre fez tudo certo, nos padrões da mesmice, uma normalidade louca, que não faz parte de ninguém, e transcende, e progride - é mutacional."

    Feliz 2015, que todos os seus sonhos sejam realizados, ou pelo menos criados, nesse ciclo que se inicia.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa... Que conquista! Estimulantes palavras. Feliz 2015 prá você também moça. Beijos!

      Excluir
  18. Boa tarde Fábio.. belo começo para um novo ano.. tb sou assim.. tudo datado.. gosto de lá na frente poder lembrar as datas e as transformações..
    a maior decisão foi antes de nascermos.. decidimos aqui estar e é para o nosso melhor.. não nos lembramos mas assim foi.. abraços poeta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu gosto de datar Samuel, exatamente pelo mesmos motivos, legal, né? Obrigado, poetamigo.

      Excluir