sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Estado de Graça


Amolece as pedras com tuas ondas,
Quebra todas as defesas e resistências.
Cultiva confianças, certezas,
Que eu me abro em flor agradecido,
Tudo em mim um jardim florido.

Toma a minha vida e cuida dela,
Apara as arestas, as indelicadezas,
Antigas tristezas, incertezas,
Que a ti me dou por inteiro.

Como a chuva caindo no deserto
Em hora crepuscular, de repente,
Nunca fui tão líquido,
Tão brisa, tão etéreo,
Tão transparentemente belo.

Fábio Murilo, 24.12.2014

40 comentários:

  1. "Toma a minha vida e cuida dela" meu deus... isso é se entregar sem receio, é ter a certeza do que sente e de como se é sentido. Isso simplesmente é o amor em sua forma mais singela. Lindo bem como o poema inteiro, repleto desses respirar só leveza, só amor!!!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Fábio Murilo

    Bonito e sensível poema,gostei.

    Beijo, continuação de boas festas.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cidalia. E Boas Festas pra você e Família também.

      Excluir
  3. Que lindo Fábio. O cativa-me que a raposa disse ao pequeno príncipe. E tudo que tem importância, e que é invisível aos olhos, florescerá.
    Lindo demais!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Que lindas palavras, Fábio!...Um poema de suave estrondo neste fim de ano.
    Que sejam levadas para longe todas as incertezas, todas as tristezas, e a confiança se instaure, porque só assim se pode ser livremente amarrado ao amor. Só assim se pode ser "líquido" e leve, e sentir a beleza, a nossa e a do outro que abre os braços para nós em plena aceitação.
    Gostei muito, Fábio, e também da imagem, em perfeita sintonia com o poema.
    Feliz 2015, Fábio!
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa reflexão, Laura. Obrigado. Feliz 2015 pra você também!

      Excluir
  5. Que lindeza Fábio!
    O poema todo está maravilhoso...
    A última estrofe deu uma gostosa intensidade!

    Amei ler-te!

    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Fê. Pelas gentis palavras. Beijos!

      Excluir
  6. Boa noite, Murilo.
    Adorei o teu poema, tão leve, tão repleto de amor e esperança, que a verdade do sentimento chega a fluir tão naturalmente que nem percebe-se.
    Adorei a sensibilidade que colocaste em cada estrofe.
    Aliás, andas muito inspirado!
    Parabéns!
    Lindo fim de semana e fique na paz!
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  7. Uma das principais atitudes do amor, a entrega, o dar-se inteiro ao outro. Teus versos afagaram meu coração.

    Beijoo'o

    ResponderExcluir
  8. Belíssimo quadro Fábio.
    Aproveito para deixar os votos de um próspero 2015 repleto de tudo aquilo que almejas.

    http://diogo-mar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Tu és sempre, meu querido poeta, transparentemente belo!
    Teus poemas nos chegam para refrigerar a alma, assim como a chuva que cai no deserto... A poesia nunca morrerá enquanto nos trouxeres versos etéreos no sopro da brisa que sempre há de repousar no teu mundo interior.
    Te gosto muito, meu poeta maior, pela sensibilidade que nos trazes com a tua companhia tão gratificante de desfrutar.
    Venho deixar-te essa prece irlandesa à guisa de votos de que encontres no bojo de 2015 milhares de sorrisos para enfeitar esse teu olhar que colhe estrelas nas noites que adornam teu céu interior.
    “Que o caminho seja brando a teus pés, o vento sopre leve em teus ombros, que o sol brilhe cálido sobre tua face, que a chuva caia suave sobre seus campos e até que nos encontremos de novo, que Deus te guarde na palma da Sua Mão.”
    Com meu carinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, gentilíssima Helena. pelo carinho de sempre. Feliz, 2015!

      Excluir
  10. Fábio, você sabe que antes de comentar sempre leio seus poemas algumas vezes. E descubro entre as linhas coisas belas, sempre. Por isso ainda não entendi o título do seu blog! A poesia nunca vai morrer simplesmente porque precisamos ouvir entre tantas bobagens e agressões do dia-a-dia, um pouco de beleza, de amor, de encanto. E você sempre nos traz isso: verdades ditas com beleza.
    Até 2015, amigo, menino de ouro, felicidade e paz para você e sua família!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Tais. Pois é, quando fiz o blog tava meio desencanto, pessimista, mas a tempos me surpreendi, a poesia está mais viva do que nunca, renascendo como fênix das cinzas cotidianamente. Feliz 2015 pra você também e família. Obrigado.

      Excluir
  11. Fábio, que sejamos constantemente gratos pela dádiva que é a vida e pela nova oportunidade que temos a cada dia.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nina, sumida? Rs. Bonita mensagem, tudo de bom pra ti também. Feliz 2015! Beijos!

      Excluir
    2. Um pouquinho, né Fábio? rs... Mas agora voltei com força total! =)
      Um 2015 de muita luz e boas vibrações!

      Excluir
    3. É. Rs. Aí, é assim que se fala, Nina! Feliz 2015!

      Excluir
  12. Olá Murilo estou passando para desejar um ano novo repleto de inspiração e que você possa nos presentear com belas poesias....beijo grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leila, obrigado. Tudo de bom pra você também. Desejo mesmo. Boas inspirações! Feliz 2015! Beijos!

      Excluir
  13. Passando para deixar-te os meus mais sinceros votos de um Ano Novo esplendoroso; repleto de alegria, saúde, realizações e muita paz regada à felicidade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, nobre escritor. Desejo o mesmo. Um ano novo repleto de realizações! Obrigado!

      Excluir
  14. Olá Fábio!
    Palavras e imagem em perfeita sintonia, ótima obra!
    Grande abraço, sucesso e um feliz 2015!

    ResponderExcluir
  15. Que entrega mais deliciosa nessa poesia. Entregar-se é um estado de graça único e perfeito. Encantadoras palavras.
    Um feliz 2015 para você. Muitas leituras, conquistas e sucesso!

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 4 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  16. Que a vida esteja sempre em estado de graça.
    Feliz ano novo, feliz 2015. >uita graça pra vc.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim seja, Garota. Feliz 2015 pra você também. Beijo!

      Excluir
  17. Não tem como alguém ler belos versos assim e não amolecer o coração.
    Entregar-se ao amor é tão sublime, tão lindo~
    Adorei a poesia Fábio!
    Você escreve bem demais.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah,que lindo o que disse! Verdade! Obrigado, Adriana.

      Excluir
  18. Fábio, primeiramente parabéns pelo blog e Feliz 2015!
    Amei seu cantinho e espero que a poesia não morra logo.
    Bela poesia e que 2015 seja ótimo para todos!
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Mika. Feliz 2015! Que morrer que nada, a poesia ta mais viva do que nunca! Feliz 2015 pra você também.

      Excluir
  19. Existe um certo medo em se doar por inteiro e não saber mais voltar. Sou assim. Sempre fui e sempre serei. Mas eu prefiro me arriscar, vai que dá certo. O que não dá certo é não dizer o que sente quando se sente absurdamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Pri. A quanto tempo,menina! Obrigado.

      Excluir