sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Num Dia Sem


Um dia sem você é perdido,
Ambíguo, aturdido, e só.
      Numa tarde invernosa       
Colho rosas a despetalar.
Eu cá, sem saber pra onde,
Tão longe de qualquer lugar.
A porta que não quer abrir,
Janelas que não vou fechar.
O quarto frio, sombrio,
A casa a não me comportar.
Um sol a girar sozinho,
Somente, semente dele só.

Fábio Murilo, 07.02.2016

34 comentários:

  1. Que seu dia não seja perdido
    e sim cheio de muita poesia linda como
    só vc sabe fazer bjuss de bom final de
    semana
    Rita

    ResponderExcluir
  2. Quando as flores não tem o mesmo aroma sem o amor é esse misto de prazer e agonia rs
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do poema.
    A imagem não consegui ver.

    Beijo e um bom sábado.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Imagina um nmoro á distância?De duas pessoas que se amam muito?Eu vivo isso, e metade do tempo me sinto meio sozinha.Sei lá, como se um pedaço faltasse em mim.Esse amor ainda nos enlouquece,ai i.

    Amei sua poesia :)

    beeijos
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Carol, tem essas coisas. Obrigado, Beijos!

      Excluir
  5. É sempre no outro que nos completamos :)

    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a mais pura verdade da vida, essa incompletude, por mais que queiramos nos enganar. Sempre carecemos de uma cara metade. Obrigado, Daniel. Obrigado.

      Excluir
  6. Coisa triste, não?

    Grande abraço, garoto!

    ResponderExcluir
  7. Pode ser, sim, um dia triste, desconfortável, saudoso, mas não perdido, hein Fábio? Na vida tudo conta.
    Gostei!
    Beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser, pra gente dar mais valor ao dia "com", vive-lo mais intensamente. Beijos, Tais!

      Excluir
  8. (Desculpe, mandei antes)
    Completando... isso é o amor, essa sensação de vazio quando não se está junto! Mas na verdade, tudo tem de continuar.
    bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom também, somou. Obrigado novamente, Tais. Beijos!

      Excluir
  9. Olá Fábio,

    Um dia sem a presença de quem se ama será sempre inquietante e cinza, mas a certeza de que o amor existe e é correspondido já é um alimento para alma e coração.

    Muito criativo. Gostei muito.

    Obrigada pela amáveis e motivadoras palavras lá no meu recanto.

    Ótima noite de domingo e feliz semana.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Um lindo poema sobre a ausência. Essa falta de alguém sem a qual os dias não fazem sentido. Em que não se cabe na casa, e a casa não cabe em nós, como lugar que fica frio e escuro. E o sol, de tão longínquo, a não conseguir iluminar-nos.
    Gostei muito, Fábio.
    xx

    ResponderExcluir
  11. Sem um amor, o mundo parece sombrio e frio... A vida
    perde a cor. No próximo poema, o sol vai brilhar, não é Fábio?
    Muito bonito, amigo.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Nem o sol consegue fornecer calor a um coração que sente frio, que não encontra destino, que comporta um vazio. Bem construído e belo seu poema, Fábio! Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Marilene. Lembrei de uma musica agora: "Nem o sol, nem o mar, nem o brilho das estrelas, tudo isso não tem valor sem ter você". Obrigado. Abraços!

      Excluir
  13. OI FÁBIO!
    QUANDO O FRIO É INTENSO E ESTÁ DENTRO DE NÓS.
    BELÍSSIMOS VERSOS.
    ABRÇS
    -
    http://. zilanicelia.blogspotcom.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah é, é um estado de espírito. Obrigado, abraços!

      Excluir
  14. Quando a solidão invade o coração de quem ama, nem o sol consegue iluminar a tristeza.
    Lindo poema.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  15. Nossa, Poeta, que lindo!...
    A janela aberta para o sol irradiar o
    amor que semeia a plenitude e a rosa-ela,
    colhida pelo coração do poeta.
    Estava com saudade de vir aqui!! rss
    Gosto muito, muito da tua Poesia, Fábio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Suzete. Ué? Voltei mais vezes,rs. Abraços!

      Excluir
  16. estados de alma.
    um dia cheio de saudade de alguém que nos faz falta.
    outros dias virão.
    um poema nostálgico, mas melodioso.
    um beijo
    :)

    ResponderExcluir
  17. Lindo poema, poeta!"

    Beijos em seu coração!

    ResponderExcluir