sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Por um Triz


Bastaria um botão,
Um botão apenas,
Para desencadear
A mais perfeita destruição;
Um botão nas mãos
De um irresponsável.

Bastaria uma gota
(A gota que faltava)
Para transbordar o cálice
Do corrosivo ácido
Do drink fatídico
Da humanidade.

Faltou tão pouco,
Prá eles, os loucos,
Derrubassem o hospício.

Fábio Murilo, 17.10.19...

22 comentários:

  1. Pois!! Adorei.

    Um excelente sábado. Beijinhos


    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Pois é, também receio esse botão ser apertado, ou a gota transbordar do cálice... O problema é que tem muito louco no mundo, visando esse botão sem ter a mínima responsabilidade! A ganância faz horrores, Fábio!
    Beijos. Bom carnaval - se você gostar, lógico.

    ResponderExcluir
  3. Às vezes acho que faz tempo que apertaram esse botão e ninguém se deu conta.

    Abraços, Fábio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será? Talvez. Obrigado, Mayra. Abraços pra ti.

      Excluir
  4. OI FÁBIO!
    E ASSIM CONTINUAMOS, A MERCÊ, DE MUITOS "LOUCOS".
    ABRÇS
    -
    http://. zilanicelia.blogspotcom.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. São umas pragas. Abraços, Zilani.

      Excluir
  5. Bastaria uma única palavra pra me fazer refletir sobre a destruição o resto desse domingo e veio um poema inteiro.
    Lindo!
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rs. Não foi minha intenção. Mas é a síndrome dos finais de domingo. Obrigado, beijos!

      Excluir

  6. Vivemos na corda bamba, sem opções!!!
    Gostei da carga emocional e dramática destilada em cada verso.
    Parabéns!!!

    Boa semana!
    Beijinhos.
    ❤ه° ·.

    ResponderExcluir
  7. Mas tudo é assim, a vida inteira, o dia inteiro.

    Tudo está por um triz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Lourival. Abraços e obrigado pela visita.

      Excluir
  8. E realmente vivemos assim sempre a um passo de nos destruirmos e de cairmos na completa ilusão. Adorei. BRAVO!

    ACESSO PERMITIDO. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir
  9. Às vezes quando eu sinto que falto pouco e que esperam que eu vá explodir eu simplesmente me acalmo e corto pela raiz todo o mal que tanto me atormenta. Pense num Santo remédio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, doutor, a quanto tempo! Interessante suas ponderações, rs. Abraços!

      Excluir
  10. Vai chegar uma hora em que tudo explodirá, ainda que não apertem nenhum botão. Eles estão frouxos, em decorrência do comportamento humano, e prontos para se soltarem, repentinamente. Creio que todos alimentamos temor diante do que se apresenta aos nossos olhos e ouvidos. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na realidade esse poema foi feito no tempo da guerra fria, editei e atualizei apenas, em que vivíamos a mercê de uma possível 3ª Guerra Mundial, vulneráveis ao extermínio atômico. Não houve, ainda bem. Espero que nunca haja, que não tenhamos simplesmente dado um tempo.

      Excluir