sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

ACORDEI NUMA BOA

Hoje a manhã está linda.
Amanhã eu não sei.
O pássaro canta,
O gato passa num canto...
Em algum canto, apesar desse sol,
Alguém morre
E ficará só...

Ninguém repara nessa manhã de vidro.
Absorvidos em seu mundo particular,
Com sua urgência sem sentido.

Ninguém pensa que amanhã,
Talvez não haja a manhã.
Só os loucos, feito eu,
Os pássaros, as crianças,
Assistem, agora, a sua dança.

27.06.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário