sexta-feira, 5 de julho de 2013

Cinderela Contemporânea

Sempre em evidência,
Como um pedaço de carne
Pendurada no açougue
Ou uma bijuteria barata,
Ela sonha em viver à sombra
De algum magnata,
Como uma planta trepadeira
Ou um verme parasita.

Fascinada,
Como um inseto ao redor
Da lâmpada.

35 comentários:

  1. Hummmm um poema cheio de ganancia
    mas bem escrito, diferente mas adorável
    Parabéns Fábio sucesso ai sempre
    Abraços de boa noite e bom final de semana
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a tônica do mundo moderno Rita, tudo por dinheiro. Onde se usam dos meios mais ilícitos. Inclusive da beleza. Obrigado pela visita e tenha uma boa noite também.

      Excluir
  2. O principio de poema fíxome pensar que as princesas dos contos de fadas hoxe convertéronse en prostitutas de luxo. Non sei por que, a verdade.

    ResponderExcluir
  3. Gostei de seu poema! É uma boa metáfora para o modo que algumas pessoas se comportam, sempre querendo viver à sombra de outros..
    Obrigada por visitar meu blog :)
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vane. Pois é, viver a sombra e água fresca, piscina, carrões, ostentação, glamour alheios, num conveniente jogo de interesse compartilhado. Gostei dos seus poemas e do fundo musical, lindo, perfeito para acompanhar a leitura! Muito bonito seu blog.

      Excluir
  4. Acho que desde os tempos de Jesuis.
    Vc sempre arrasando nos poemas.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, isso sempre existiu. Como também os príncipes que viram sapo. Bom domingo de praia Garota Dourada.

      Excluir
  5. Boa tarde grande verdade e muito bem exposto em versos Fábio..
    as belezas cheias de mascaras.. o luxo que nos assalta ou melhor que as assalta rsrs
    abração garoto tenha um lindo dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKK... Gostei dessa, "O luxo que nos assalta", bom é ser poeta! Pior que não dá nem prá ch(ama-las) de lixo, são tão bonitas: Evas, Dalilas, Salomes...

      Excluir
  6. Ainda me fascino feito insetos,
    sou o que não cabe na luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então você é feito os vaga-lumes, tem sua luz própria.

      Excluir
  7. Respostas
    1. Tá, por essa, nem eu mesmo esperava, eles se merecem! Como sempre falou pouco e bonito, disse tudo Vanessa.

      Excluir
  8. Cada um dá o que tem, já diz a sabedoria popular. E quem não tem nada pra oferecer? Dá seu vazio... E há quem queira preenchê-lo com um reino de aparência.

    Parece loucura, mas é real.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um jogo de conveniência. Mundo triste e assustador Mente Hiperativa.

      Excluir
  9. A cinderela contemporânea
    Não deve ser conterrânea
    Da carochinha

    ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É não, graças a Deus, pelo menos a que eu conhecia na infância, (rs...) Eram lindas, por fora e por dentro, imaculadas, brancas de neve, belas adormecidas pra maldade, num mundo ideal, de faz de conta. Se bem que há uns teóricos da conspiração, que vêm mensagens subliminares nesses contos inocente... Obrigado pela visita Cris.

      Excluir
  10. Gosto do desfecho que tu dá aos teus escritos. Tudo muito cru, cortante e definitivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E? Observação interessante Guria. No dia a dia sou diferente: pondero muito, frequentemente indeciso, inseguro. As vezes me falta essa objetividade.

      Excluir
  11. Hoje só vim te ver.
    E deixar um abraço e beijo pra vc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa... Me deixou sem palavras. Gostei Garota Dourada! :-)

      Excluir
  12. Uma leitura bem dura e realista do famoso conto. Contemporânea, sim, como você mesmo disse. Mas admito que sempre enxerguei a gata borralheira dessa forma. Tudo é uma questão de olhar crítico. Rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E lá foi eu na net conferir quem era a gata borralheira. Annnn!!!! Era a própria cinderela no tempo das vacas magras. Como eu comentei ainda agora, Copse, dizem que existem mensagens subliminares escondidas nos aparentes inocentes contos de fadas. E esses teóricos são tão convincentes quando desmontam e fazem outro conto que nos faz crer que caímos no conto do vigário.

      Excluir
  13. CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com


    ResponderExcluir
  14. A bonequinha barata sonhando ser de luxo... Gostei do seu blog amigo, belos escritos - seguindo já!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Boneca de trapo, pedaço da vida
      que vive perdida no mundo a rolar"

      Não é de hoje André Foltran. Obrigado.

      Excluir
  15. Infelizmente existe ainda essa mania de subir na vida , que não passa de um "descer de vida"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembrou-me os versos de uma canção antiga: “Por isso não adianta estar no mais alto degrau da fama com a moral toda enterrada na lama”. Verdade Laura.

      Excluir
  16. E vai saber o que levam as pessoas a seguirem tais caminhos. As dificuldades que passaram pela infância? ausência de pai e mae, amigos e irmaos? ou simples facilidade de enchergar uma felicidade que brilha como uma lâmpada de 60 w? A vida, quanto mais se tenta entender, mais se torna complicada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bacana, você é um cara bom, generoso. Na maioria esmagadora dos casos a gente só vê, com lentes de aumento, os efeitos e não as causas, como contumazes caçadores de defeitos. Se formos ver a vida pregressa dessas pessoas desses "párias" da sociedade, veremos tudo isso, que gera um ciclo vicioso. Tudo tá lá trás, na infância, a sociedade hipócrita fabrica seus próprios pesadelos, seus filhos bastardos. Vai ver que isso que a bíblia que dizer ao sentenciar: "Não julgueis para não serdes julgados”. Boa Barulhos.

      Excluir
  17. Bom dia meu amigo. Estive navegando de blog em blog, até encontrar essa preciosidade. Parabéns, pois além de ser tudo bem visível, os seus versos são acessíveis a qualquer um. Gostei muito da Cinderela contemporânea. As pessoas de modo em geral estão numa fase da idolatria ao corpo perfeito. Gastam oque não tem, se endividam, para se tornarem em evidência num mundo, onde o carater e a humildade não valem mais nada. Apenas o culto ao corpo perfeito, e com isso ganhando vários "promoções" que a propria sociedade oferece. É a vida meu nobre...

    Te convido a visitar meu humilde blog de poesias.

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    Grande abraço camarada !
    Dan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô Daniel, muito obrigado! Sinto-me lisonjeado. Pois é... São belas meninas que vivem aprontando escândalos calculados. Onde os fins justificam os meios de quem delas estiver a fim. Belas embalagens vazias. Gatas por lebres. Valeu!

      Excluir