sexta-feira, 25 de julho de 2014

Do Transitório

13 comentários:

  1. Maneiro o sotaque pernambucano, e a sonata ao luar. Eu sonhei sobre a extinção do que escrevemos hoje, esta noite, ninguém vai ler o que escrevemos no futuro. Mas fazer o quê? Na vida que virá, não nos importaremos com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei... sotaque Pernambucano, visse? Mas não tá igual ao personagem de Susana Vieira, Maria do Carmo, em Senhora do desatino, digo, Destino, não, né? rs... Nós odiamos essa mulher, digo, personagem, muito caricaturada, que onda feia ela tirou. Rs...

      Excluir
    2. Juninho Pernambucano, comentarista de futebol tem esse sotaque.

      Excluir
    3. É, tudo bem Marcos, cara legal! Rs,..

      Excluir
  2. Parabéns pelo seu lindo blog Fabio- é de muito bom gosto,gostei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigado, Patricia Helena, bem vinda a grande família da blogosfera.

      Excluir
  3. Fiquei triste ao ouvir isto. Gostei muito da voz, da entoação. Muito sentimento.
    Somos tão transitórios, na verdade.
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh,estimada poetisa, não queria vê-la triste. Juro que ao compô-lo não o fiz com pensamento funestos.Apenas pensei no afastamento de alguém que se gosta. É tudo questão de interpretação. Pode adquirir inúmeros sentidos, se presta a muitas leitura. É mais isso , obrigado.

      Excluir
  4. Esse eu não consegui.
    Deve ser pelo cabelo dourado, rs!
    Beijos

    ResponderExcluir