sexta-feira, 27 de março de 2015

Ato de Fé



Doce é a fruta sumarenta na tarde,
Que não sabe da felicidade,
É feliz e nem sabe, nem tenta.

É a essência de teus olhos,
Tênue luminescência.

São teus gestos que se projetam
Qual cisne branco no lago,
Que até se esquece do nado,
E o tempo lhe obedece.

É teu afã de tecer a manhã,
E não abrir mão do que é
E fazer tudo parecer tão fácil.
Viver como um ato de fé,
De respostas explicitas.
Diferentemente de toda gente
Que a vida complica.
  
Fábio Murilo, 23.03.2015

42 comentários:

  1. Poema muito bonito, Fábio

    Beijos bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Olá Fábio!!!
    Ótimo poema seu, sempre acompanhado de uma bela música, que nos faz penetrar ainda mais profundamente na beleza de teus versos!!!
    Beijos e beijos e tenhas um ótimo fim de semana!!!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A música é de momento, não costumo colocar, vem assim na cabeça na hora. Mas, dá um efeito legal, realça o poema como falou, acrescenta. Beijos!

      Excluir
  3. Gostei da música, combinou com o poema, Fábio.

    Nós temos, de forma genérica, uma mania crônica de complicar as coisas e de querer rearranjar soluções para o que já está resolvido.
    Típico do ser humano perder tempo com o que não vale a pena.
    Admiro quem tem um ato desses, de fé, e vive sabendo que cada dia é o último até que o amanhã chegue.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, estupenda! Resumiu tudo de forma magnifica. Faço parte dessa turma de estressadinhos, que se preocupa com a "morte da bezerra" e outros lixos e bichos mentais que só poluem a mente e o discernimento e deixa-nos em estado de alerta vão, combatendo moinhos de vento. Beijos, Carol.

      Excluir
  4. Boa noite Fábio...
    Thalles Roberto diz em uma de suas canções que: ''É FÁCIL DEMAIS, VIVER EM PAZ, A GENTE É QUE COMPLICA TUDO.''
    Realmente há uma grande verdade no que ele diz.
    Muitas das vezes, são as pessoas que complicam tudo, as situações de um modo geral...
    Acredito também que no seguir da vida, nos aparecerá situações complexas, mas é aí que está... Precisamos usufruir da paz que dizemos ter... são nos momentos de complicações, que precisamos ter paz, para que possamos ter equilíbrio diante das situações adversas. Visto que falar é fácil... Mas vamos tentar, não é?
    Deus nos dá paz em meio as tribulações, eis aí uma boa saída,
    e o segredo.
    Gostei muito do seu poema, uma menina calma, serena e tranquila...
    Observando o horizonte, quem sabe estaria ela em aflições nesse momento, não é?
    E justamente buscando paz, tentando se equilibrar nessa corda bamba que é a vida.

    Belo poema! Bela música!
    Beijos amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou com propriedade, Fê. Te conheço, tu é a Fé viva. Nunca vi pessoa tão equilibrada. Menina/Mulher/Guerreira, tu é uma rocha! Parabéns! Beijos!

      Excluir
    2. Hahaha Not! Jesus é a minha rocha! Fico feliz que minha fé lhe inspire!

      Beijos de boa noite, Poeta Fábio amigo, amigo Fábio Poeta! rs

      Excluir
    3. Pois é. Uma Fé dessa magnitude não é pra todo mundo, não é só querer é crer. A Fé não se explica ou você acredita ou não. É preciso ter muita decisão e atitude. E apostar tudo nesse poder sobrenatural, sem vacilar feito fez Pedro naquele episódio da tempestade, ia até direitinho caminhando por sobre as águas até Jesus, bateu o medo de repente, uma insegurança, desconfiança e ele começou a afundar, "homem de pouca Fé". Beijos, Fê, Boa Noite.

      Excluir
    4. Lembras-te muito bem Fábio...
      Mas, a questão é que nós seres humanos somos falhos.
      E você vê que ele andava com Jesus, o via face a face... contemplou os milagres que Jesus fez, ouviu do próprio Jesus os sermões... e ainda sim, temeu naquele momento... e depois ainda o negou 3 vezes.
      Mas você sabe que aí que está a grandeza, percebemos que de nós mesmo não somos capazes, temos esses momentos em que algo nos sobrevêm e quase naufragamos, e é nesse momento que Deus entra em ação e nos põe a salvo, e aí entendemos o quanto precisamos da força de Deus, das mãos Dele... e com o tempo nós vamos aprendendo, ganhando confiança, e na próxima luta, já agimos de forma diferente... ou não? Porque não? Cada um de nós tem um tempo de aprendizado, e temos a grande sorte, de Deus ser tão passivo, muito diferente do que muitos dizem por aí, nunca tiveram experiências com Ele, e o colocam como um ditador! Não! Deus enviou o seu filho amado, unigênito para que hoje nós pudéssemos nos aproximar Dele, como filhos amado do Pai. E ele quem renova a nossa fé, dia após dia, é só pedirmos. A bíblia diz que a fé vem pelo ouvir, o ouvir a palavra de Deus, a bíblia não é um livro qualquer, as palavras nela contidas foram inspiradas pelo dono da vida. Aquele que soprou em nossas narinas o folego de vida! Portanto, é simples! As pessoas que costumam complicar, você vê que o ser humano é totalmente carente em acreditar em alguma coisa, em se apegar em algo que lhe dê uma segurança... é o vazio que existe no coração, que só poderá ser preenchido ser através de Deus, somos corpo, alma e espírito... e aqui nesta terra alimentamos o nosso corpo todos os dias, porém, e a nossa alma? Com ela fica? Fica sedenta por Deus... por isso esse vazio... o ruim é quando se preenche esse vazio com enganos, com falsas doutrinas e heresias, enquanto seria tão mais fácil, apenas entregar-se para Deus, de corpo, alma e coração! Ler a bíblia alimenta a nossa alma, porque a bíblia é a boca de Deus falando ao homem, a vontade dele, os verdadeiros propósitos que Ele tem a realizar na vida de cada ser humano... quando paramos para meditar nas escrituras sagradas, a nossa alma se alegra, formoseia o rosto, a nossa fé fica abastecida, por isso que grandes milagres acontecem!

      Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.

      Hebreus 11:1

      Beijos amigo!

      Excluir
    5. É... Disse tudo, acrescentou e muito. Obrigado. Beijos, Fê.

      Excluir
  5. Soneto-acróstico
    À fé

    Factível é tudo parecer felicidade
    Realidade é esse teu amargo afã
    Uma fruta sumarenta na verdade
    Tem mais respostas pela manhã.

    A essência de teus olhos explicita
    Se teus gestos confundem a mim
    Ubíquo é aquele tempo que limita
    Meus lábios de a você dizerem sim.

    Até o cisne branco sabe que é feliz
    Ressentido, nadar não sabe mais
    E o vate sabiamente sabe o que diz.

    Nada excepcional, nunca há iguais
    Tênue luminescência da flor de lis
    Acusa o reto caminho que tu vais.

    ResponderExcluir
  6. Imagem soberba.
    Sim, tenho um carinho especial pelas fotografias. Ainda mais quando expressam bem as palavras que as acompanham...

    De uma forma muito peculiar, a poesia, a imagem, o ritmo da canção, levaram-me àquele romance de D.H.Lawrence, com a sua diferente Lady Chatterley. Nas palavras do próprio autor sobre a sua personagem que dá título ao livro: "Ela tinha qualquer coisa de vulnerabilidade dos jacintos selvagens, não era de borracha e platina como as raparigas modernas. Ela tinha a ternura dos jacintos a crescer, e que a mulher moderna, feita de celulóide, tinha perdido."

    Sem ofender a mulher moderna... mais forte, prática, independente, segura, auto-confiante, ativa, agressiva. A do seu texto fala exatamente da que é o oposto. Das raras, das que estão tornando-se quase que uma miragem...

    Encontras-te uma?
    Então faça como o personagem masculino fez, ao ver Lady de Chatterlay: "Mas ele protegê-la-ia com o seu coração."

    Meu Olá
    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo e caprichado comentário, Priscila Rubia. Gostei desse perfil da "diferente Lady Chatterley", uma mulher notável, sem dúvida, diferenciada. Concordo, uma dama dessas, ao ser encontrada, deve ser protegida, como a uma joia rara, de brilho inigualável. Ótimo!

      Excluir
  7. ___!!!///.
    __( ô ô )
    oO-(_)-Oo
    █░░█...░
    █░░█...E░
    ████.....L░
    █░░█.......L░
    █░░█ .......O░ Saludos ¡Feliz Día!.. ★MaRiBeL★

    ResponderExcluir
  8. Bom mesmo, é não complicar as coisas e levar a vida, tecendo com alegria a esperança do amanhã...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, fácil no falar, Shirley, seria bom mesmo. Mas não custa nada tentar, trabalharmos nossas inseguranças, medos, incertezas. Obrigado, beijos!

      Excluir
  9. Pois é caro, e há atraso maior do que complicar a vida? A racionalidade é o que nos diferencia dos outros seres vivos, porém, ela também nos distancia da simplicidade, da fé de viver.

    Seu poema é de uma beleza vasta e tem um poder reflexivo raro, contundente, que faz pensar em como complicamos a nossa existência e nos esquecemos do que realmente importa.

    Abração Fábio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, Vitor, belo comentário, verdadeiro, com a categoria de sempre. Ótimo!

      Excluir
  10. Só quem nada pretende saber da felicidade, pode ser genuinamente feliz. Não questionar demasiado, e cumprir-se apenas sem pressas, como se fossemos donos do tempo e dos lugares. Como se o mundo verdadeiramente nos pertencesse.
    Como dizes, sem complicações. Esse deveria ser o nosso grande ideal; viver despreocupadamente.
    Gostei da música e do comentário da Priscila Rubia.
    Um belo poema, Fábio, e também gostaria de dizer que me sinto sempre bem por aqui; sinto-me "em casa". :-)
    Bom domingo!
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Laura, tem razão, muito bem observado, eis a formula. Ou como diz Fernando Pessoa: "Basta existir para se ser completo.". A casa é sua. Obrigado. Bom Domingo pra ti também.

      Excluir
  11. Eu sou campeã mundial na arte de complicar as coisas.
    Você sempre se superando na arte de dominar as palavras e fazer um bom jogo com elas.
    Adorei!

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis a campeã? Tem certeza? Olha que a competição é grande, hein, moça? rs. Obrigado pelas elogiosas palavras, Ariana. Beijos!

      Excluir
  12. A simplicidade no viver alimenta os dias.
    Lindo, Fábio, imagem e poema.

    Beijoo'o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Si, é mesmo, nos conformamos com o essencial. Beijos!

      Excluir
  13. Boa tarde Fábio.. e é uma fé particular..
    todos temos de regar a nossa fé.. dar continuidade a esta vida que nos foi presenteada rumo a uma amanhã de muitas riquezas que nos esperam.. abraços poeta

    ResponderExcluir
  14. Ótima parceria (frases e foto), é uma fé que nunca devemos perder, mesmo a vida sendo tão dura, temos que tentar sempre simplificar o que por teimosia insistimos em dificultar...
    Grande abraço, sucesso e ótima páscoa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo, Evandro. Conheço que tire isso de letra. Abraços!

      Excluir
  15. Perfeito poetar para esta semana que estamos vivendo, super meditativo caro amigo Fabio Murilo.
    Amei!
    Um abraço e feliz Páscoa par você e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, bem observado, Maria Tereza, feliz coincidência. Obrigado pela visita.

      Excluir
  16. Que encantador poema, Fábio!
    Versos muito singelos e poéticos.. E a última estrofe traz-nos uma belíssima reflexão! Esta fé, de fato, concede significação a nossos dias..

    Tenha um bom feriado, Fábio.
    Um grande abraço..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Vane. Bom feriado pra você também. Abraço.

      Excluir
  17. Simples. Como sempre falamos, a questão sempre está na simplicidade. Ter fé e acreditar que tudo tem um porquê de acontecer e que a resposta virá de uma maneira simples.
    Belo poema, Fábio.
    Obrigada pelas visitas, mesmo eu estand sumida um pouco ;)
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É né fácil não, Mika. É na adversidade que a fé se prova e se comprova. Quanto mais fé, menos ansiedade, consequentemente, mais paz e felicidade. Obrigado. Abraço.

      Excluir
  18. Muito bom! És uma artista das palavras e dos sentimentos, meu amigo.

    Abraços!

    Meus blogs literários:
    O Poeta e a Madrugada (Contos e Poesia)
    Dark Dreams Project (Contos de suspense e terror)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dênis. Obrigado pelos elogios. Abraços!

      Excluir