sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Lições dos Dias


Incrível como a vida se renova,
Como a rosa sucede outra rosa,
Nada está perdido, apenas reciclado.
Chora-se de tristeza, também alegria.
Suspira-se de dor, também de prazer.
O que importa é ser, acontecer.
É saber que a ferida cicatriza,
Mas a oportunidade perdida,
Ficará esquecida, frustrada.
E nada tá exposto nas prateleiras
De um supermercado, nada.
Nem tudo pode ser comprado,
Nem tudo nas mãos é dado.
A vida é um jogo de dados.

       Fábio Murilo, 18.09.2015        

36 comentários:

  1. Oi Fábio,
    O jovem homem velho.kkk
    A vida é isso aí, é cair, levantar, amar e apreciar.
    Beijos no coração
    minicontista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um moço-velho?! rs. Roberto Carlos tem uma musica assim, gosta? rs. Obrigado, Dorli. Beijos!

      Excluir
  2. Boa tarde Fábio!
    Olha este poema está de uma reflexão soberba! A vida não é fácil, e nem um jogo de dados, há que saber vive-la! Adorei. Parabéns.

    Beijo e um sábado feliz

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo, a vida é um jogo de dados, e nada, nada mesmo cai do céu, é preciso muito esforço e força de vontade para chegar onde queremos ..

    Palavras perfeitas, bem colocadas, um lindo poema ...

    Abraços
    Minda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Myera. Verdade. Obrigado. Abraços!

      Excluir
  4. Um poema muito reflexível, um poema que nos faz ver a vida de uma forma, pela qual muita das vezes nós não a observamo-a.
    Parabens meu carao amigo pela linda postagem.... Abraço... um feliz final de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A é, gosto de coisas nessa linha, já uma característica minha. Obrigado.

      Excluir
  5. Vivendo e aprendendo sempre.
    Adoro o jogo que você faz com as palavras, as rimas. É fantástico.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal suas observações, Ariana. Gostei de saber. Beijos!

      Excluir
  6. Olá Fábio,

    Gostei muito do poema, que traz reflexões importantes.
    Nada é estático. Tudo se transforma.A vida é movimento.
    O importante é sentir as emoções da vida e aprender com os seus antagonismos.

    Ótimo domingo.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Vera, isso é uma verdade. Obrigado.

      Excluir
  7. A tristeza e a alegria são irmãs gémeas desnaturadas mas que se complementam, e não conseguem viver uma sem a outra. Lágrima após lágrima, de alegria ou de tristeza, surgirá sempre um novo dia carregado de surpresas.
    E tudo o que vale a pena é impossível comprar. Haverá quem tente, mas com com certeza viverá um grande engano. A vida é um "jogo de dados", mas também convém tentar lançá-los bem.
    Bonito, Fábio!
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimas e pertinentes colocações como sempre, Laura. Obrigado.

      Excluir
  8. É isso aí a vida amigo, uma eterna renovação...E graças a Deus que uma rosa sucede outra rosa, e que seja assim sempre...
    Beijos, boa noite e semana Fábio!!!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, cara Lilly. Que bom receber sua visita. Obrigado, Beijos!

      Excluir
  9. E assim seguimos neste jogo de encontros e desencontros que nos mostra dia após dia que a dinâmica da vida se faz ao sabor do tempo...
    Beijos e carinho no teu coração,
    Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso. Sempre educadíssima e amável, Helena, Beijos!

      Excluir
  10. Gostei muito do título; "Lições dos Dias", nos conduz
    a profundidade que os dias são como aprendizados...
    "Incrível como a vida se renova,
    Como a rosa sucede outra rosa,"
    Belíssima essa construção, Fábio!
    Gostei muito deste teu poema, uma profundidade que tu
    magistralmente expressasse num poema curto,
    uma densidade maravilhosa.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah é. Considero que o titulo é a porta de entrada, essencial, um resumo numa rápida olhada, que chama, convida. É uma extensão do texto. Obrigado pelas generosas observações, Suzete, beijos!

      Excluir
  11. OI, FÁBIO:
    Acho que a vida é um pouquinho de cada coisa: observação, pitadas de alegria, recuar quando precisa, avançar quando devemos. Mas não descarto uma boa pitada de sorte para levá-la adiante. Muitas vezes as coisas chegam, mas na hora e no lugar errado. Isso é falta de sorte. A vida não é matemática, nada de exato existe.
    Beijo, Fábio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimas ponderações, como sempre, Tais. Beijos!

      Excluir
  12. Oi Fábio,
    Passando para lhe desejar uma linda noite
    Beijos
    minicontista

    ResponderExcluir
  13. Tudo o que é vivo se renova, bem isso mesmo, Fábio. Viver é renascer. Consiste em olhar para si, bem ao âmago e buscar o melhor que podemos ser, ter. Consiste em buscar sabedoria, em estender as mãos ao próximo, a ser humano por desejo e não por estar. Tudo além disso não é vida, é condição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que menina sabida! rs. Olha... Gostei! Arrasou! Beijos!

      Excluir
  14. O imaterial é sempre o que tem mais valor... e por isso se torna mais caro e um luxo! Um grande abraço... belo poema

    ResponderExcluir
  15. Tudo na vida é desapego. Quando voce se renova desapegou da
    vida anterior. quando fica feliz desapegou da tristeza.
    E por ai vai, se existe dor? pode ate existir, mas logo logo
    o desapego dessa dor é inevitável.
    Bom dia.

    ResponderExcluir
  16. A vida é um jogo de dados!
    Lindo poema Fabio,adorei seu blog.
    Boa tarde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um jogo de possibilidades aproveitadas ou não, acho que é bem isso. Obrigado pela gentil visita, gostaria que voltasse outras vezes. Abraços.

      Excluir
  17. Bom dia Fábio
    Bonito Poema... Adorei


    Beijo e um excelente sábado
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  18. Ainda bem que tudo se renova, a poesia e minha saúde agradece.

    Bom final de semana pra ti, guri.

    ResponderExcluir