sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Anti-Mensagem de Natal


Meu imaculado menino
Tua imagem já não mais seduz
Como uma boa propaganda de cigarros.

Os fariseus, de outrora,
Agora são mais idolatrados.
Erguemos, ainda, nossos bezerros de ouro
E nos curvamos.
E mais do que antes,
É mais fácil um elefante
Passar pelo fundo de uma agulha
Que um rico entrar
No reino dos céus.

Meu imaculado menino,
Hoje os falsos profetas,
Legítimos capitalistas,
Congregam a multidão
E comercializam a fé;
Enquanto teus ditos discípulos,
Encerrados no templo,
Como omissos Pilatos,
Vivem lavando as mãos.

Meu imaculado menino
Teu sacrifício foi a esmo
O mundo continua o mesmo.

Fábio Murilo


32 comentários:

  1. Que poesia mais maravilhosa! Amei, amei, amei... Triste perceber que muitos dos que se dizem cristãos não se importam, na verdade, com os ensinamentos de Cristo. Em vários momentos, temo que mesmo eu seja hipócrita... O sistema e a realidade me enlouquecem, deixam-me desorientada.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a leitura!

    Beijos
    Continuação de boas festas.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cidalia. Boas Festas pra ti também.

      Excluir
  3. O mundo continuará sempre o mesmo, e a verdade é que grande parte das Igrejas, das várias religiões, não fazem grande coisa para mudá-lo. Uma coisa é o "Espírito" da coisa, outra coisa é a coisa concreta. O poema tem toda a razão de ser, e concordo com a mensagem.
    Que o espírito de Natal se faça presente, mas todos os dias, sem "folclore".
    xx

    ResponderExcluir
  4. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais,saiba que sempre vou retribuir.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias um Ano Novo muito feliz..
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Belo post amigo!

    Beijosssss

    Que em 2016 possamos continuar juntos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Fê! Com certeeeeeza parceira, juntos! Beijão!

      Excluir
  6. Tudo na vida exige um certo sacrifício, mais o maior de todos e nos sacrificar pelo que mais amamos, nos sensibilizando pelo o amor maior demostrado por Cristo Jesus... O mundo em si esta muito ocupado para ser grato a ele, por isso a hipocrisia se espalhou.... belo texto meu caro... feliz 2016 a vc e aos demais do seu lar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Prova de amor maior não há que doar a vida a seu irmão", isso mesmo. Obrigado, votos também de um feliz ano novo a você e aos seus! Abraços.

      Excluir
  7. Olá, passando para desejar um 2016 pleno de realizações. Beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  8. Oi Murilo,
    Nunca faça o que não deseja, pois é muito dolorido para o corpo e a alma( estamos no ano novo, que ele seja melhor para todos nós).
    Tem certas coisas que não teria coragem de fazer, pois dói muito.
    BEIJOS na saudade
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  9. Venho desejar Boas festas e que possa ser um Ano Novo,não no calendário, mas dentro das nossas vidas, mas não sem antes dizer como gostei deste poema. Belíssimo!.


    Com um abraço amigo,

    Daniel (Lobinho)

    ResponderExcluir
  10. Lindo e tocante!

    Tem um excelente ano de 2016
    Beijos de boa noite´

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  11. No quería limitarme al habitual “Feliz Año Nuevo” para una persona tan importante como tú… Así que aprovecho para darte las gracias por cada momento del 2015 que me has hecho sonreír.

    Con cariño Victoria

    ResponderExcluir
  12. Olá Fábio!
    Grande obra, retratou com enorme fidelidade os fatos que ocorrem no Natal, hoje apenas um feriado com cunho capitalista!
    Grande abraço e um feliz 2016, com muita paz, saúde e inspiração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Evandro, muito obrigado. Feliz 2016 também, tudo de bom. Abraços!

      Excluir
  13. Oi, Fábio, pois é, amigo, e tudo virou um negócio comercial, alegria do varejo! Mas entrando no espírito que trazemos desde crianças, desejo a você um ano melhor do que o passado. E cheio de criatividade. Foi ótimo essa troca com você, muito simpática e proveitosa. E lindo ter lido poemas tão bonitos, muito verdadeiros e muitos deles como gosto, de cunho social. Obrigadíssima!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. O mundo não mudará se não o transformarmos. Os filhos são o resultado do que lhe passam os pais, em valores e crenças. O aprendizado pode sofrer interferência de influências externas, pois ervas daninhas são a todo tempo plantadas e cultivadas. Só nos resta mudar a nós mesmos. Um belo e profundo poema. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha que comentário, hein, Marilene? rs. Disse tudo em poucas palavras. Obrigado, Beijos!

      Excluir