sexta-feira, 7 de março de 2014

Instantes

6 comentários:

  1. Respostas
    1. É isso ai, Marcos, só teremos a ganhar adquirindo mais qualidade de vida seguindo essas regras do bom viver. Praticando o desapego, dando mais valor as coisas simples, estando atentos a cada momento. Esse é o ideal.

      Excluir
  2. Muito triste quando se chega ao fim da vida a pensar que a vida deveria ter sido vivida de outra forma. Realmente tentar ser perfeito e buscar sempre na sensatez a resposta para tudo, tantas vezes conduz ao erro ou então a uma vida cuja rectidão é mera forma sem conteúdo.
    Aproveitar os erros para o nosso próprio crescimento, porque o agora é irrepetível.
    O problema é que geralmente começamos a lembrar-nos disto quando já é tarde.
    Bom fim de semana, Fábio.
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sensata como sempre, Laura. É isso mesmo, nos policiemos que o tempo urge.

      Excluir
  3. A vida é um pulsar pulsante, é sentir o teu real sentido. É deixar-se levar, velejar, sublimar o engano, enfim, permitir-se! Amei o vídeo.

    ResponderExcluir