sexta-feira, 31 de outubro de 2014

No Intervalo do Sono - Dirceu Rabelo

2 comentários:

  1. Como a languidez de uma rede provoca um novo sentimento de infância, espoletada por um pássaro de plumas amarelas.
    Ligeira indecisão num poema de Outono...:-)
    Muito bonito. Nunca tinha ouvido falar de Dirceu Rabelo.
    xx

    ResponderExcluir