sexta-feira, 16 de agosto de 2013

O Inocente Útil

Não esperemos muita coisa da vida. 
Sejamos apenas uma flor
Atrás de uma pedra,
Numa estrada qualquer
Do interior.
Sejamos como aquele inseto
Cuja gloria e ter
Algumas horas de vida.
Como crianças inocentes
Que não se interrogam,
Nem rogam aos céus,
Pois tem como céu essa vida.

Fábio Murilo, 22.07.2012

46 comentários:

  1. Respostas
    1. Tem minha predileção. Será Caju?... Flor, pedra, inseto, campo... Será que de bobeira o Pessoa baixou em mim. Eu hein?... (rs...).

      Excluir
  2. - pô, Fábio. Adorei seu blog, cara. Deixarei favoritado para voltar mais vezes.
    E concordo com o Fred, rs... que calibre, hein!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luís Gustavo. Pode voltar, aqui não tem portas e o cachorro tá preso (rs...). Calibre eu?! Não passei nem perto de Fernando Pessoa, estrela de primeira grandeza, um verdadeiro sol. Fiz apenas uma faisca. Admiro-o por certo.

      Excluir
  3. Boa tarde Fábio.. sejamos a simplicidade em tudo pq estamos em tudo e tudo esta em nós também.. abração meu amigo lindo dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não sou tão simples assim não. Sejamos eu disse, estou no meio, eu tento. Como diz uma colega minha, a gente é que complica tudo.

      Excluir
  4. Não sou lá uma grande fã da simplicidade, aliás, não sou de me contentar com pouco. Admiro as pessoas simples, pois também tenho a teoria de que sonhar alto demais só traz infelicidade. De qualquer forma, eu preferia ser uma flor, e não um inseto. Odeio insetos. Rs

    obs: Fábio, querido, muito obrigada pela torcida para que eu mantivesse o blog. Agora já inaugurei meu endereço novo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você uma flor? Pois eu achava que você adorava insetos, desses bem discriminados, mas que são verdadeiras obras da engenharia divina, desafiando a lei da física com suas asas pequeninas e frágeis para erguer o corpo encouraçado. Precisa agradecer não Corpse, Corpse não, Mari, seriam heterônimos (rs...)? Seria uma pena ficarmos privados de tanto talento, e eu pessoalmente de sua amizade, de sua personalidade forte. Obrigado, Mari flor.

      Excluir
  5. Oi moço,
    simples...quem consegue se da bem. seja a flor ou um alguém.
    lindinho seu poema. Adorei. esses cantinhos cheios de vida que não posso deixar de passar.

    Beijos meus daqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - Oi moça. Obrigado Garota Dourada pela fiel atenção dispensada. Cantinhos falou bem, e no outro cantinho não passou ainda.

      Excluir
  6. Fábio, não existe nada de mais belo do que a simplicidade. E você escreve de forma tão simples que realmente me encanta.
    Concordo com o Fred; ao ler o seu poema também me lembrei de A. Caeiro, observação que deve tomar como grande elogio, é claro, porque falar com profundidade de forma tão simples tem a ver com sensibilidade e talento.
    Eu interrogo-me sobre muitas questões, sobretudo questões de injustiça social, precisamente porque considero que céu só há um e que deveria ser encontrado nesta vida, para todos.
    Visitar o seu blog é um enorme prazer.
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de suas opiniões claras e seguras Laura. Obrigado, o prazer é reciproco.

      Excluir
  7. Amor ao fado, ao que há de vir... Viver é isso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma aventura imprevisível. Concordo Anderson.

      Excluir
  8. '' Como crianças inocentes
    Que não se interrogam,
    Nem rogam aos céus,
    Pois tem como céu essa vida.''

    Tuas poesias descobertas nas gavetas antigas são as melhores.
    Me atrevo compará-las com o vinho, só melhora com o tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellen Hosseini! Poetiza gaúcha! De Alegrete, cidade de Mário Quintana, um dos meus poetas preferidos, que honra! Não se acanhe não, é Poetiza sim, quem tá falando é um cara que admira a qualidade de sua escrita, de suas metáforas, versatilidade, seu talento precoce. E toda semana vai beber na sua fonte, espontaneamente. Adoro seus textos. Fundo da gaveta (rs...) que sagacidade, também não é difícil notar, saio datando. Procuro ir colocando em ordem cronologia, acho interessante localizá-los no tempo e espaço. Obrigado pela comparação, vinda de uma moradora da terra do vinho, sinto-me lisonjeado. Valeu guria.

      Excluir
  9. Fábio, a tua escrita é de uma leveza sem tamanho... Lindo e além de tudo vc ainda tem tempo de ir até o meu blog e carinhosamente comentar as publicações.. Sem palavras... Obrigada. Muita inspiração pra vc, meu caro e seja sempre bem vindo aos meus pensamentos e breves roteiros.
    Att. Claudinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, conterrânea. É bom essa troca de experiências, de vivencias, a gente aprende muito, se enriquece espiritualmente. Principalmente lendo pensamentos e textos edificantes. É reconfortante, é divertido se vê no outro.

      Excluir
  10. Queria não esperar nada da vida, mas a vida é tão linda que insisto em tentar mantê-la sempre linda assim. Hoje é domingo e não espero nada desse dia, mas sempre vem a segunda-feira depois e esta me coloca pra trabalhar. Trabalho porque espero o melhor da vida: realização pessoal, dinheiro, amor, melhoria da sociedade, alívio da dor alheia, espero um mundo sempre cheio de muita vida.

    E, pensando bem, olhe que curioso, uma criança, um inseto, uma flor, todos sem esperar nada da vida despertam em nós coisas tão boas. Quisera eu não esperar nada dela e poder causar um tantinho assim de coisas boas na vida dos outros. Quem dera...

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não disse esperar nada da vida menino (rs...), ai é um desencanto total, é uma morte em vida, ou morte consentida, quando se apaga a derradeira chama, centelha, é suicido. Falei muita coisa, se encher de expectativas. A vida constantemente nos trai. Acho que nos deveríamos satisfazer com o essencial e viver um dia após o outro, um dia de cada vez. Vi escrito em algum canto que "O cachorro é feliz porque não conhece a felicidade", assim também são as crianças em suas sãs inocências. A gente vive sofrendo, sempre insatisfeitos, querendo mais. Tem-se um carro novo, quer um carro todo ano, se tem uma casa, quer duas. Lógico que todos podem trabalhando, lutando por seus objetivos, como você falou se consegue. O problema que "A medida do ter nunca enche", e proporcionalmente nossa insatisfação. Certo está aquele filosofo Zeca Pagodinho: “Deixa a vida me levar, vida leva eu...”.

      Excluir
  11. "Ser simples é complicado " .Acredito que quanto mais simples formos mais sorrisos daremos,pois há beleza pra todo lado,basta que estejamos atentos.Não esperar muito coisa da vida ,isso já não concordo ,não da forma como interpretei .Devemos não só esperar ,mas lutar pelo que queremos ,e temos sim que questionar ,pode até ser que assim soframos mais ,entretanto,uma vida sem questionamentos (onde tudo é aceitável),parece ser uma vida inútil .
    ps: Talvez eu seja uma complicadora rs.
    Gosto do modo como escreve ,parabéns !


    http://poemadecadadia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ser simples é complicado" As pessoas são discriminadas quando assumem certos posicionamentos que fogem ao padrão. Pra ser mais explicito tinha uma colega de trabalho que depois de sobreviver a uma meningite, mudou sua postura da vida, tornou-se uma pessoa desapegada, sempre sorridente, simpática no ambiente de trabalho, autista: distribuía roupas, dinheiro, comida, sorrisos, afagos, numa favela ao lado, rodeada de pivetes. Os outros colegas diziam que ela ficou assim depois da doença. Pessoalmente, apesar de não a ter conhecido antes da enfermidade, acho que ela não piorou, melhorou visivelmente. Acho que doente é a sociedade indiferente, extremamente competitiva, é a banalização da miséria. "Amai o próximo como a ti mesmo", simples assim, não é fácil. A vida não obedece as nossas regras pré- estabelecidas Laila, não faço apologia à indolência, a vida é equilibro. Os índios são infelizes? Lutam pelo que? Tem de tudo, não competem com o outro, vivem do essencial, moram em comunidade, em perfeita harmonia com o meio-ambiente, tudo pertencem a todos, "vivem livres de fome e de fadiga", não tem tantas doenças nem os vícios dos homens brancos, seu medico é o Pajé, sua farmácia é um canteiro de ervas, não competem, não sofrem de depressão, nem síndrome do pânico, nem morrem de tédio, no entanto. Tudo é questão de parâmetros. Você não é complicadora, é questionadora, e isso é bom. Obrigado por somar.

      Excluir
    2. Acredito que sua amiga tenha se tornado alguém bem melhor ,e amar o próximo deveria ser uma obrigação .Concordo sobre os índios também ,só levantei uma outra questão e você já respondeu,obrigado .

      Excluir
    3. Também agradeço Laila, você ganhou minha estimada, respeito e admiração. Gosto de pessoas que argumentam com inteligência. Meu ponto de vista não anula o seu: a luta, o protesto é salutar, os questionamentos, os enfrentamentos. Acho que você não teve oportunidade de ver que o que eu mais defendo aqui e o grito de revolta dos excluídos, dos oprimidos. Se quiser pode conferir em poemas anteriores. Como você falou, só levantei outras possibilidades de sobrevivência além ditames da nossa sociedade de regime capitalista, da lógica do mercado e do consumo, outras possibilidades de sobrevivência. Somos da mesma tribo. Pode discordar, não sou o dono da verdade. Obrigado.

      Excluir
    4. Você tem meu respeito e admiração desde o dia em que conheci seu blog .Somos sim da mesma tribo ,não concordar e debater nossas ideias só mostra o quanto nos respeitamos ,essa troca é ótima .

      Excluir
    5. Que bom! É assim que agem pessoas maduras e civilizadas. Só uma correção: onde está escrito "autista", pobre amiga, lê-se "altruísta" e assim vai... Esse corretor do Word, se não prestarmos atenção, às vezes trocamos o certo pelo errado (rs...).

      Excluir
    6. Por incrível que pareça,eu li do jeito certo rs.O corretor do cérebro foi mais eficaz.

      Excluir
    7. Gostei dessa: "O corretor do cérebro". Eu é que tenho a mania de ser certinho, "O olho do dono é quem engorda o gado", e de fazer citações.

      Excluir
  12. Simples, simplíssimo... são versos assim que mais nos tocam.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... Sei não (rs...) Se você tá dizendo.

      Excluir
  13. Enquanto crianças, sentíamo-nos assim e era tão bom...Fábio, um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Shiley, já ouvi até alguém dizer: "Eu era feliz e não sabia". Obrigado.

      Excluir
  14. Lindas palavras!.. Realmente, precisamos procurar viver nossas vidas com mais simplicidade, sem nos cobrar tanto.. tal como quando éramos crianças, e nos alegrávamos plenamente com tão pouco. E, como dizem, a felicidade está nas coisas simples..

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Vane, nada a acrescentar, você disse tudo. Obrigado.

      Excluir
  15. Boa tarde, Fábio. Li o seu comentário num blog amigo e resolvi te conhecer, ver o teu espaço.
    Li os teus poemas e gostei.
    Já estou seguindo.
    Parabéns!
    ------------------------------------------------------------------
    A brevidade do existir seja em que tempo for, é o que faz a grande diferença para nós.
    Entregar a nossa alma sem nos importar com mais nada, apenas com a qualidade da vida, que seguimos em diferentes caminhos, é a essência que carregamos dentro da nossa alma, que liberta, vive coesa, ama, explora os sentidos, não formata nada, é livre.
    Que a simplicidade de ser de cada um, resplandeça a glória em viver.
    Tudo de bom, beijos na alma.
    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, você disse tudo e mais alguma coisa! Sou assim , penso assim, "Carpe diem". Comentário notável, nada mais a acrescentar. Muito obrigado Patrícia.

      Excluir
  16. Não questione,apenas viva. Penso nisso toda vez que algo simples e magnifico acontece comigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como diz Clarice Lispector: "Viver Ultrapassa Qualquer Entendimento". Obrigado Pri.

      Excluir
  17. Seus poemas são legais. Gostei da maneira como escreve. :D

    http://blog-virgula-e-aspas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Fábio anda sumido, mas enfim to organizando uma saída de blogueiros(as) da nossa terra Recife, caso se interesse me passa teu Twitter, ou outra rede social que possamos trocar ideia. Até mais.
    http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É? Desculpe cara. São tantas casas prá visitar, graças a Deus. Obrigado pela consideração. Vou agorinha corrigir minha falta.

      Excluir
  19. Hey hey :3
    Vim te convidar a participar da Tag "Blogs em Destaque" Será que você se interessa?
    o Link para saber como participar é esse aqui:
    http://himi-tsu.blogspot.com.br/2013/08/blogs-da-semana-1_19.html

    Desculpa o incomodo ;3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Shizu, sinto-me honrado pelo convite e lembrança. Vou lá.

      Excluir
  20. Bom dia, Fabio. Voltando e esperando postagem nova, rs.
    Poste ao seu tempo, é claro. Enquanto isso, lerei o que ainda não li e nem comentei.
    Beijo grande e paz
    Desejo que tenhas um excelente fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Patricia. Não produzo em profusão feito a gentil poetisa, mas toda semana, sai alguma coisa. Obrigado por marcar presença e pelo carinho. Quando postar aviso.

      Excluir