sexta-feira, 9 de agosto de 2013

O Sonho de um Homem Ridículo, Curta baseado na obra de Dostoiévsky

4 comentários:

  1. Interessantíssimo, Fábio! Gostei muito mesmo! Eu não conhecia "O Sonho de um Homem Ridículo" e conhecia pouco de Dostoiévsky, mas pelo pouco que sei ele mostra a profundidade nos seus contos e faz com que cada leitor se identifique com a situação do personagem e tire suas conclusões.

    E vale lembrar que é muito importante "amar os outros como a si mesmo"!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não, também nunca li nada dele, admito. Mas sei que ele tinha essas preocupações existencialistas, e eu gosto e comungo disso também.

      "Como explicar que o homem, um animal tão predominantemente construtivo, seja tão apaixonadamente propenso à destruição? Talvez porque seja uma criatura volúvel, de reputação duvidosa. Ou talvez porque seu único propósito na vida seja perseguir um objetivo, algo que, afinal, ao ser atingido, não mais é vida, mas o princípio da morte." - Dostoiévski.

      Excluir
  2. Obrigada, Fábio, por esta pérola!
    Conheço o conto, mas não conhecia esta animação....realmente a escola russa de animação é excelente, como fica bem demonstrado nesta autêntica pintura em movimento, plena de simbolismo.
    Transformar a Terra em Paraíso; um elevado anseio visto por muitos como alucinação, e raras são as pessoas que tentam essa aproximação de paraíso, não querendo acreditar em sonhos, porque para concretizar sonhos não basta acreditar, mas fazer acontecer o sonho pondo mãos à obra.
    " A vida é um paraíso, mas os homens não o sabem e não se preocupam em sabê-lo", mas na verdade "Todos somos somos responsáveis de tudo, perante todos." (F. Dostoievski)
    Se todos assumissem sua responsabilidade, talvez o sonho pudesse tornar-se realidade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bravo!!! Bravíssimo!!! Fiquei emocionado agora, Laura. Eu que agradeço a preciosidade do seu comentário.

      Excluir