sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Tabacaria - Fernando Pessoa / Antônio Abujamra

2 comentários:

  1. Um dos grandes poemas de sempre!
    Porque será que quem geralmente se considera nada, pode guardar em si todos os sonhos do mundo, e ser tão grandioso... Pessoa também não imaginaria deixar o rasto que deixou...;-)
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Laura, vi a semana passada num documentário sobre Fernando Pessoa que ele viveu só, morou só, teve apenas uma companheira, publicou apenas um livro em vida: Mensagem, e só foi reconhecido como o gênio que é, após sua morte. Pena, muito injusto isso. Mas, se tratando de gênios como Pessoa, o talento se impõe.

      Excluir