sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Encantado


Obrigado por fazer-me sentir mais vivo,
Senhor de auroras e jardins floridos.
Por me sentir renascido, redivivo.

Obrigado por pendurar estrelas
No breu de minha noite, luares,
Pontos cardiais, cruzeiros do sul,
Apontadores de lugares e ilhas...

Obrigado filha de Netuno, sereia,
Do canto encantado, sedutora.
Ser de outro mundo, conto de fada.
Fênix alada renascida das cinzas,
Que refez minha vida do nada.

Fábio Murilo, 27.08.2014 

36 comentários:

  1. Oi, Fábio, como ficávamos fascinados, quando crianças, com os contos e os mistérios que envolviam as sereias! Nosso sonho era 'bater' com uma delas, mas graças que nunca aconteceu. Teríamos perdido as razões dos nossos sonhos, da nossa curiosidade, da nossa fértil imaginação.. Foi ótimo ter sonhado com o irreal, com o surreal. Fomos embalados com coisas inexplicáveis e encantadoras. Que bom! Não sei se hoje existe ainda isso.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era o "stand by" da percepção, Tais. Beijos!

      Excluir
  2. Uau, senti-me transportado para um mundo mágico e inspirador de onde nunca mais gostaria de sair, um mundo tão fantástico que não consigo imaginar nada mais belo.

    Quanta criatividade Fábio, parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Fábio

    Até eu me senti renascida das cinzas, ao ler tão belo texto. Parabéns pela magia.

    Bom sábado, beijos

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderExcluir
  4. Uma sereia linda como essa, é bem capaz de refazer vidas...
    Beijo, Fábio!

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso poema.. belíssimo e surreal, tal como um sonho. Me encantei por seus versos!

    Tenha um excelente fim de semana, Fábio!
    Um abraço..

    ResponderExcluir
  6. Belo poema, Fábio, mas na primeira parte quase me pareceu inspirado em Augusto dos Anjos, ou terá sido sugestão minha por ter ouvido antes A. dos Anjos...:-)
    Mas claro que uma bela filha de Neptuno terá ajudado a essa bendita inspiração.
    Obrigada pelo poema, Fábio, gostei muito.
    Um bom fim de semana para ti!
    xx

    ResponderExcluir
  7. Mulheres... Algumas, raras, tão encantadoras como sereias, e do que seriam os homens sem elas? hahaha
    Poema cheio de doçura e amor, os versos, realmente, parecem declarações de um homem admirado e encantado, realmente, por uma bela sereia. Parabéns pela profundidade, Fábio! Sempre adoro os teus poemas.
    Boa semana, beijos.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde poeta... encantamo-nos com tudo se par o todo estamos com os olhos da alma bem aberto.. tudo esta em harmonia.. tudo acontece a todo segundo.. tem muitas coisas que me encanto.. uma delas é poetar.. abraços e até sempre Fábio

    ResponderExcluir
  9. Muito bom, Fábio!
    Poesia cheia de imagens, viagens, escrita com maestria!
    Grande abraço, sucesso e ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa... Obrigado, Evandro! Bom ouvir isso de um exímio poeta.

      Excluir
  10. Adorei o poema, está mesmo muito bonito!
    Os meus parabéns pelas palavras...

    Bjxxx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Isy. Nome bonitinho, Isy, rs... Beijos!

      Excluir
  11. Às o agradecimento é a melhor resposta que podemos dar ao universo...

    Beijos,
    Sorteio do livro “Movimento Tropicaliano”

    ResponderExcluir
  12. Entre chegadas e partidas, uns segundos para deixar um grande abraço.
    Estou com uma espécie de Foto-Blog,porque o tempo não dá para mais.
    Tinha que vir matar saudades.
    :X D

    http://acontarvindodoceu.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde, parabéns pelo seu dom para criar lindos e significantes poemas, sabe reconhecer o que a vida nos dá é saber compreender a mesma,
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde Fábio!
    Que bonito seu poema!
    Muito legal a sua imaginação...
    Fiquei imaginando você na praia, pensando na vida... quando de repente surge uma sereia do mar, e aí vocês se tornam amigos.
    E todos os dias a noite, você vai visitá-la... e conta como foi seu dia, e ela lhe conta os segredos do mar...
    Rs imaginação fértil a minha, rsrsrs

    Beijos amigo, gostei de ler-te!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Tarde, Fê! Sei... Sei... Sei... Que lindo! Que legal! Eu triste da rotina diária, do estresse cotidiano, das chateações e cobranças , toda noite iria visitar essa sereia e ouvir lindas historias a beira mar e aos poucos me sentir mais animado, relaxar, rir até a barriga doer, tomar um revigorante chá de algas marinhas... E quando partir, partir com uma pena danada, com cara de quero ficar, porém feliz, pois no outro dia saberia que teria mais um encanto, digo encontro, com essa minha amiga sereia. Haja imaginação, rs... Beijos, Fê!

      Excluir
  15. Ola Fabio,
    Poxa sua caixinha comeu meu comentario.
    Lindo seu poema. Onde existe a fantasia
    existe a realidade. Renascendo das cinzas...
    Ressuscitando: o espírito a alma e a mente...
    Quebra correntes e desata nós...
    Tem um céu enfeitado e um mar "adocicado".
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Bandys, já me relataram esse problema antes, acho que já sei como resolver. Fantasia, realidade, acho que só depende de nós desatar esses nós que prende a todos nós. Beijos!

      Excluir
  16. Belo poema, gostei!... Voltarei por aqui com mais tempo pra apreciar tudo melhor, isso não quer dizer que não o sigo - já o faço. Apareças por outras vezes...
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vindo amigo, a casa é sua. Obrigado.

      Excluir
  17. Lindo reencontro do poeta com a vida. Isso se torna evidente no flamejar de suas palavras, que dispersam um entusiasmo contagiante, mágico. Um poema encantador que celebra a vida, a fantasia em plena harmonia com a realidade. Amei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa analise de uma precisão assombrosa. Certeira! Obrigado.

      Excluir